UFC 173: TJ Dillashaw atropela Renan Barão e é o novo campeão da categoria galo

Em uma apresentação impecável, o atleta da Alpha Male Team TJ Dillashaw tirou a invencibilidade de 9 anos e 33 vitórias do brasileiro Renan Barão de forma incontestável.

Após 4 rounds de luta intensa, no último assalto o brasileiro só teria uma chance de ganhar a luta, uma vez que o americano dominou todos os rounds anteriores. Renan Barão não conseguiu impor seu ritmo em cima do TJ que não parou nem um segundo até conseguir um belo chute de esquerda na cabeça do brasileiro, que sentiu o golpe e na sequencia, o americano continuou com socos até Barão cair e no ground and pound, o juiz interromper a luta.

tj cinturao

Na penúltima luta da noite, Daniel "DC" Cormier não quis saber de conversa e não deu brechas ao coroa casca grossa Dan Henderson, que foi sacodido algumas vezes em belíssimas quedas do Daniel, que treina diariamente com o campeão peso pesado, Cain Velazques. Após três rounds de completo atropelo, Daniel Cormier conseguiu impor seu wrestling de primeira linha, conseguindo encaixar um estrangulamento pelas costas do Hendo, que apagou.

cormier hendo

Após a luta em entrevista Cormier desafiou o campeão do meio pesado, Jon Jones:

- Jon Jones você não pode fugir de mim. Você me evitou no torneio de wrestling, mas não importa onde esteja, vou atrás de você. Eu vou colocar Jon Jones no chão e vou ganhar. Esse octógono é meu e serei o dono.

Outro brasileiro em ação foi o Francisco Massaranduba, que foi mais um a não conseguir impor seu jogo e foi dominado pelo campeão do TUF 15 Michael Chiesa. O brasileiro teve poucas oportunidades e a última delas foi uma chave de braço no último assalto, que estava bem encaixada mas por méritos do Chiesa não conseguiu finalizar o americano.

massaranduba chiesa

Confira os resultados completos do evento: 

TJ Dillashaw derrotou Renan Barão por nocaute técnico no 5R
Daniel Cormier finalizou Dan Henderson com um mata-leão no 3R
Robbie Lawler derrotou Jake Ellenberger por nocaute técnico no 3R
Takeya Mizugaki derrotou Francisco Rivera por decisão unânime dos jurados
James Krause derrotou Jamie Varner por nocaute técnico (lesão no tornozelo) no 1R

Card preliminar
Michael Chiesa derrotou Francisco Massaranduba por decisão unânime dos jurados
Tony Ferguson derrotou Katsunori Kikuno por nocaute técnico no 1R
Chris Holdsworth derrotou Chico Camus por decisão unânime dos jurados
Mitch Clarke finalizou Al Iaquinta com um triângulo de mão no 2R
Vinc Pichel derrotou Anthony Njokuani por decisão unânime dos jurados
Sam Sicilia derrotou Aaron Phillips por decisão unânime dos jurados
Li Jiangliang derrotou David Michaud por decisão dividida dos jurados


Renan Barão é o campeão oficial peso-galo do UFC após nova lesão de Dominick Cruz

A espera acabou. Renan Barão é o campeão peso-galo do UFC em definitivo. Dana Whie fez um anúncio oficial revelando uma nova lesão de Dominick Cruz, dessa vez na virilha. O presidente do UFC já havia dito anteriormente que o duelo entre o americano e o brasileiro não passaria do início de 2014, e que se Cruz não se recuperasse antes disso, Barão seria declarado campeão.

Renan BArão ao lado do cinturão do UFC
Getty Images - Renan Barão ao lado do cinturão do UFC

Com isso, Urijah Faber entrou no lugar de Dominick Cruz no UFC 169, marcado para 1º de fevereiro, em Newmark (EUA). Barão e o Califórnia Kid se enfrentaram valendo o cinturão interino da categoria, em 2012. Esse duelo continuará sendo a luta principal do card, com José Aldo x Ricardo Lamas como coevento.

Urijah Faber vem de quatro vitórias seguidas no UFC, todas elas em 2013. Ele não perde desde o duelo contra Renan BArao. Enquano o brasileiro, atualmente,  é o lutador que tem a maior invencibilidade no UFC: 32 lutas sem derrota. Seis delas no próprio Ultimate.

Fonte: http://br.esporteinterativo.yahoo.com/noticias/dominick-cruz-se-lesiona-novamente-e-renan-bar%C3%A3o-%C3%A9-o-campe%C3%A3o-oficial-peso-galo-do-ufc-100733134.html


UFC atualiza Ranking Geral após exclusão de GSP da lista

O UFC atualizou nesta segunda-feira o seu Ranking Geral  (engloba todos os atletas de todas as categorias de peso) e o Brasil conta com José Aldo (campeão dos penas), Anderson Silva e Renan Barão (campeão interino dos galos).

A grande mudança se deu com a exclusão de George St. Pierre da lista (que ocupava a segunda colocação), já que o lutador entregou o seu título dos meio-médios na última sexta, anunciando um afastamento por tempo indeterminado do MMA.

Ronda Rousey divulgação ufc

Com tal fato, todos os lutadores subiram uma posição, com a exceção de Jon Jones que já era o líder. A musa Ronda Rousey, campeão dos galos do UFC, agora aparece pela primeira vez no Ranking.

O critério é o desempenho do lutador ao longo dos eventos e o Ranking é o mais importante do MMA.

Confira o Ranking completo dos 10 melhores do UFC (levando-se todas as categorias de peso):

1- Jon Jones

2- José Aldo

3- Anderson Silva

4– Cain Velasquez

5– Renan Barão

6– Demetrious Johnson

7–  Anthony Pettis

8– Chris Weidman

9– Benson Henderson

10 – Ronda Rousey

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/2013/12/16/ranking-geral-do-ufc-e-atualizado-com-grandes-mudancas/


Renan Barão afirma: “Sou, sim, o lutador a ser batido da divisão”

Campeão interino do peso galo do UFC, Renan Barão acredita ser, na verdade, mais do que isso. Acredita ser o real detentor do cinturão da categoria, até porque o campeão linear, Dominick Cruz, está afastado do octógono há um bom tempo - quase dois anos. "Acho que eu sou sim o lutador a ser batido da divisão", afirmou Barão durante a conferência realizada na tarde de hoje (10) sobre o UFC 165, marcado para 21 de setembro, em Toronto, no Canadá, e quando o potiguar vai defender pela segunda vez o cinturão interino da categoria, desta vez, contra o americano Eddie Wineland.

renan barao eddie wineland

“Dominick Cruz está afastado há dois anos, e sem desrespeitá-lo, eu me considero o campeão da categoria. Esta vai ser a segunda vez que eu defendo o cinturão de forma interina, mas eu me considero o campeão linear. Com certeza, eu sou o cara a ser batido”, declarou Renan Barão, ressaltando que, apesar dessa situação com o Dominick Cruz, tem se concentrado na luta contra o americano Eddie Wineland, considerado o quarto no ranking oficial da categoria.

Até porque, para Barão, a definição sobre quem realmente tem o cinturão oficial cabe ao UFC. Melhor para o brasileiro que Dana White, presidente da organização, dá demonstrações de que a indefinição na categoria não vai continuar por muito tempo. “Espero que esse cinturão interino esteja em disputa pela última vez. Esperamos que Dominick Cruz volte no começo do ano que vem. Se ele não puder, aí teremos de tomar uma decisão”, afirmou Dana White durante a conferência.

De qualquer forma, contra Eddie Wineland, Renan Barão fará a segunda defesa de cinturão. No início do ano, ele venceu o também americano Michael McDonald, por finalização no quarto round e, em julho do ano passado, conquistou o titulo de campeão interino da categoria após vencer, por decisão unanime, Urijah Faber.

Inicialmente, a luta contra Eddie Wineland estava prevista para julho, contudo, uma pequena lesão obrigou o brasileiro a suspender os treinos e, consequentemente, adiar a defesa do cinturão. “Essa lesão só me deu mais vontade de voltar a lutar e fazer o meu trabalho”, afirmou Barão.

Renan Barão vs Eddie Wineland será a penúltima luta do UFC 165. O confronto que fecha o evento ocorre entre os pesos meio-pesados Jon Jones e Alexander Gustafsson.

 

UFC 165

21 de setembro de 2013, em Toronto (CAN)

CARD PRINCIPAL

Jon Jones x Alexander Gustafsson

Renan Barão x Eddie Wineland

Brendan Schaub x Matt Mitrione

Costa Philippou x Francis Carmont

Pat Healy x Khabib Nurmagomedov

CARD PRELIMINAR

Mike Ricci x Myles Jury

Ivan Menjivar x Wilson Reis

Chris Clements x Stephen Thopmson

Mitch Gagnon x Dustin Kimura

John Makdessi x Renée Forte

Jesse Ronson x Michel Trator

Roland Delorme x Alex Caceres

Nandor Guelmino x Daniel Omielanczuk


Fora do UFC 161, Renan Barão promete: "Voltarei ainda melhor"

Por Ciro Marques

renan barao cinturao

O campeão interino peso-galo do UFC, Renan Barão, não ficou nada satisfeito com o corte do evento número 161 da organização, marcado para o dia 15 de junho, em Winnipeg, Canadá, devido a uma contusão no tornozelo direito. Por isso, a expectativa do potiguar é voltar o quanto antes ao octógono e em “grande estilo”, até para retribuir as palavras de carinho que recebeu desde que sua lesão foi anunciada.

“Fiquei bem triste mesmo quando me machuquei e ainda mais depois que o UFC confirmou que estava fora da luta. Sei que foi o certo, não havia o que ser feito, mas a gente sempre fica chateado quando uma lesão atrapalha os planos. Agora, as palavras que as pessoas mandaram pelo Twitter e Facebook, desejando força e tal, fizeram eu me sentir bem melhor, me deixaram muito feliz, cheio de energia para voltar em grande estilo. Com certeza voltarei melhor para retribuir todo esse carinho”, afirmou Renan Barão.

A contusão do lutador ocorreu durante um treino na Nova União, no Rio de Janeiro, onde ele fazia a parte final da preparação. Barão contou que nem chegou a sentir tanta dor no momento, mas pouco depois o tornozelo ficou bem inchado, impossibilitando os movimentos e o tirando da rotina de preparação. “Realmente, vejo que não tinha condição de luta, porque estou tendo que ficar sem treinar por vários dias e com o nível elevado da competição, não poderia me apresentar sem estar 100%. Seria dar muita chance ao azar”, analisou.

Com a saída de Renan Barão do evento, a luta principal da noite será entre os meio-pesados Rashad Evans e Dan Handerson. Maurício Shogun e Rogério Minotouro fazem o chamado co-evento do UFC 161. “Espero que minha luta contra Eddie Wineland seja remarcada. Vejo que a contusão não foi tão forte e devo voltar a treinar nos próximos dias”, previu Renan Barão, que faz fisioterapia em Natal desde o início da semana. “Estou tendo acompanhamento médico e seguindo a risca o que foi recomendado. É muito ruim ficar sem treinar, mas não posso forçar agora”, acrescentou.

Foto: UFC/Divulgação


Renan Barão intensifica treinos no Rio de Janeiro para luta no Canadá

Renan Barão

O lutador potiguar Renan Barão já está no Rio de Janeiro para a fazer a segunda parte da preparação para a próxima defesa do cinturão do peso galo do UFC, marcada para o dia 15 de junho, contra o americano Eddie Wineland. A intenção é fazer na academia Nova União trabalhos em todas as artes marciais e, ainda, melhorar a preparação física.

“Agora é intensificar o que Barão já vinha fazendo desde antes da luta ser marcada, em Natal. Ele teve pouco tempo de férias, de descanso mesmo. Voltou a treinar muito cedo, mas num ritmo mais leve. Agora, está na hora de aumentar esse ritmo. A luta está chegando e o objetivo é deixá-lo na melhor forma possível”, analisa o preparador físico de Barão, Breno Brígido, que mora em Natal, mas durante a preparação, viaja com o lutador para acompanhar de perto o trabalho físico.

Segundo Barão, com relação ao treino técnico, neste momento, a intenção é estar preparado para tudo. “Sou um lutador de MMA, por isso, tenho que está pronto para tudo, em todos os aspectos. Treino jiu jitsu, boxe, muay thai... Wineland é um lutador completo pelo que vemos e, por isso, vamos trabalhar várias áreas”, revelou Barão.

É importante lembrar que desde a última vitória no UFC, ocorrida em fevereiro deste ano, Renan Barão descansou pouco. Foi cerca de 10 dias de férias e, logo em seguida, retorno aos treinos. “Não gosto de ficar muito tempo sem treinar. Gosto desse ritmo de preparação, de estar focado em um objetivo”, afirmou Barão.

A luta entre Renan Barão e Eddie Wineland está marcada para o dia 15 de junho, na cidade de Winnipeg, no Canadá. Além da luta dos dois, que será a última da noite, valendo o cinturão interino do peso galo (até 61 quilos), o evento terá também o confronto de dois brasileiros: Maurício Shogun e Rogério Minotouro.


Renan Barão avalia marcação da nova luta: "Surpreso, mas feliz"

O campeão interino peso-galo do UFC, Renan Barão, foi pego de surpresa com a confirmação de sua próxima luta, marcada para o dia 15 de junho, em Winnipeg, Canadá, no UFC 161. O adversário será o americano Eddie Wineland. Frustração por não enfrentar logo o campeão da categoria, Dominick Cruz? Que nada. Barão se disse "muito feliz" por voltar ao octógono do maior evento de MMA do mundo.

"Fiquei surpreso porque ainda não tinha nada confirmado para a próxima luta, mas estou feliz, muito feliz por voltar a lutar. Na verdade, estou em um bom momento na minha carreira e quero dar continuidade a isso, lutando e conquistando vitórias importantes", afirmou Barão, ao saber da confirmação da luta na tarde desta quarta-feira (6), pelo UFC Brasil.

Sobre o adversário, Eddie Wineland, Barão confessou que conhece pouco, mas já o viu lutando. "É um cara bom até pelos resultados que obteve no UFC e, por isso, se explica essa oportunidade dele me desafiar pelo cinturão interino, mas ainda sei pouco sobre ele, com relação a estratégia para luta e tudo mais", explicou.

Wineland tem um cartel de 20 vitórias e oito derrotas. Venceu as últimas duas lutas, contra Scott Jorgensen e Brad Pickett e, por isso, ocupa posição de destaque na categoria, sendo um dos Top-5. Renan Barão, por sua vez, tem 31 lutas de invencibilidade e também já derrotou Scott Jorgensen e Brad Pickett, contudo, vem de vitórias contra Urijah Faber, na disputa pelo cinturão interino do peso-galo, e Michael McDonald, já defendendo o título da categoria.

Além disso, depois da vitória contra McDonald, Barão já aparece na lista dos melhores de todos os pesos do UFC. Está em oitavo, a frente do campeão oficial da categoria, Dominick Cruz. Renan Barão e Eddie Wineland farão a luta principal do UFC 161. Além deles, a organização já confirmou as lutas entre Rashad Evans e Dan Henderson e Maurício Shogun contra Rogério Minotouro.


UFC On Fuel TV 7 Vídeos: Assista Renan Barão vs Michael McDonald e todas as outras lutas

Para aqueles que não assistiram ao UFC On Fuel TV 7, que teve como luta principal Renan Barão vs Michael McDonald e que contou com também com os brasileiros Reneé Forte e Jorge Santiago.
Aproveitem para assistir logo, pois muito em breve os vídeos serão removidos dos servidores.
Card Principal
Card Preliminar

UFC On Fuel TV 7: Renan Barão vence McDonald por finalização e mantem o título dos Pesos Galos

Alcançando mais uma vitória em seu cartel, o brasileiro Renan Barão derrotou por finalização o americano Michael McDonald na tarde de sábado em Londres. Barão estava fazendo a sua primeira defesa do seu cinturão interino da divisão dos Pesos Galos do UFC.

Foram necessários quatro rounds frente ao americano McDonald para que Renan Barão aplicasse um justo katagatame que obrigou seu adversário a finalizar a desistência. Lutando de forma estratégica e segura, acompanhando as orientações passadas por André Pederneiras e Jair Lourenço, passava dos 3 minutos do 4º round quando Barão quedou McDonald e selou o fim do embate.

Dois outros lutadores brasileiros se apresentaram em Londres. Lutando no card preliminar e estreando entre os Pesos Leves, Reneé Fortes mostrou total domínio no combate frente ao inglês Terry Etim, conquistando a sua primeira vitória na maior organização de MMA do planeta. Voltando pela terceira vez ao UFC,  Jorge Santiago foi derrotado pelo islandês Gunnar “Gunni” Nelson por decisão unânime. Com a vitória, Nelson alcança a sua 11ª vitória na carreira, mantendo um cartel perfeito.

Com 12 lutas no card do UFC: Barão vs. McDonald, a edição londrina do evento foi marcada pelo grande número de duelos que foram até o minuto final, fazendo com que as pontuações dos juízes laterais definissem as lutas.

Confira os resultados completos do UFC: Barão vs. McDonald:

Brasil Renan Barão venceu Estados Unidos Michael McDonald - Finalização (katagatame) – 3’57″ R4

Estados Unidos Cub Swanson venceu Estados Unidos Dustin Poirier - Decisão Unânime

Nigéria Inglaterra Jimi Manuwa venceu França Cyrille Diabaté - TKO – 5’00″ R1

Islândia Gunnar Nelson venceu Brasil Jorge Santiago – Decisão Unânime

Austrália James Te-Huna venceu Canadá Ryan Jimmo - Decisão Unânime

Estados Unidos Matthew Riddle venceu Inglaterra Che Mills – Decisão Dividida

Brasil Reneé Forte venceu Inglaterra Terry Etim - Decisão Unânime

Estados Unidos Danny Castillo venceu Inglaterra Paul Sass - Decisão Unânime

Inglaterra Andy Ogle venceu Estados Unidos Josh Grispi – Decisão Unânime

-  Inglaterra Tom Watson venceu Bulgária Stanislav Nedkov – TKO – 4’42″ R2

Inglaterra Vaughan Lee venceu Japão Monotobu Tezuka – Decisão Unânime

Inglaterra Phil Harris venceu Estados Unidos Ulysses Gomez – Decisão Unânime

Fonte: http://nasgrades.com/


Renan Barão bate o peso e fica só esperando hora da pesagem

O lutador Renan Barão já está abaixo dos 61,4 quilos limites da categoria galo, do UFC, ainda restando algumas horas para a pesagem oficial do UFC Barão vs (Michael) McDonald, marcado para este sábado, em Londres, Inglaterra. A balança é um dos adversários mais difíceis para o potiguar antes da luta e, por isso, a "vitória" foi tão comemorada.
"Fiquei muito feliz quando vi que bati o peso hoje pela manhã. Graças a Deus, deu tudo certo. Dessa vez foi mais fácil que das outras, porque fizemos um longo trabalho antes e já cheguei na última semana mais leve. Porém, mesmo assim ainda é difícil. Sofro para bater o peso, até porque tenho que economizar muita energia para fazer os treinamentos de perda de peso", afirmou Barão, no início da manhã desta sexta-feira.
Para bater o peso, Barão teve que perder mais de 10 quilos em oito dias. Afinal, a "dieta" começou na quinta-feira. "Dessa vez, o cronograma de perda de peso funcionou direitinho. Fui perdendo peso de acordo com o que estava programado e isso me desgastou menos", avaliou o potiguar, que continua na "dieta" até o horário da pesagem, marcada para as 14h (horário de Brasília).
O UFC Barão vs McDonald começa um pouco mais tarde, por volta das 15h30 do sábado, com transmissão ao vivo do Canal Combate. A luta entre os dois será a principal do evento, ou seja, a última luta da noite, valendo o cinturão interino do peso galo do UFC.