UFC 166 Velasquez x Cigano 3: Programação completa do sábado no Canal Combate

O canal Combate transmite neste sábado, com exclusividade, todas as lutas do UFC 166 – Velasquez x Cigano, direto de Houston. Para esta grande edição, com a disputa do cinturão peso pesado entre o brasileiro Junior “Cigano” dos Santos e o americano de descendência mexicana Cain Velasquez, o canal prepara “O dia do UFC”, uma programação especial que vai deixar todos os fãs aquecidos para os 13 confrontos transmitidas ao vivo. O sinal ao vivo abre às 18h45min do sábado, com matérias exclusivas na pré-hora, e as lutas têm início às 19h15min, mas a programação especial tem início às 8h. Vale destacar que os desafios do card principal, a partir das 23h, também serão transmitidas nos cinemas da rede Cinemark por todo o Brasil (confira as salas mais abaixo). 

 

Programas como “Primetime” e “Countdown” trazem todas as curiosidades e treinamentos na preparação dos astros da noite para o grande desafio; “Passando a Guarda” e “Sensei” vêm com matérias exclusivas; ainda há a chance de rever algumas lutas dos principais destaques da edição no “UFC Series”.  

 

Na principal luta da noite, os pesos pesados entram em ação no UFC 166, com o duelo entre o atual campeão Cain Velasquez e Junior Cigano, exclusivo. É o terceiro confronto entre os lutadores. Cigano tomou o título do americano com um nocaute, em 2011, mas Cain devolveu o revés por pontos, em 2012, e assegurou novamente o cinturão. A luta promete fortes emoções, além da chance de Cigano recuperar o título da divisão e deixar o Brasil novamente com três cinturões do UFC, juntando-se a José Aldo (campeão peso pena) e Renan Barão (campeão peso galo). Outro peso pesado tupiniquim nas lutas principais em Houston, Texas, será Gabriel “Napão” Gonzaga, que encara Shawn Jordan. O evento terá narração de Rhoodes Lima, com comentários de Luciano Andrade e Kyra Gracie.   

 

Programação especial:

 

“DIA DO UFC” – 19/10

8h – Pesagem Oficial UFC 166

8h30 – Primetime UFC 166 parte 1

9h00 – Primetime UFC 166 parte 2

10h00 – Countdown UFC 166

10h30 – Sensei Sportv

11h – Passando a Guarda

12h-16h UFC Series (Aquecimento UFC 166) Eps. 189,190,191 e 192

16h30 – Primetime UFC 166 parte 2

17h – Primetime UFC 166 parte 3

18h – Countdown UFC 166

18h45 – Pré Hora UFC 166

19h15 – Card Preliminar UFC 166

23h00 – Card Principal UFC 166

03h00 – Término do evento

 

UFC nos cinemas:

 

Sábado – 23h – ao vivo - São Paulo (Cidade Jardim, Metrô Santa Cruz, Market Place, Iguatemi, Metrô Tatuapé, Aricanduva, Pátio Paulista e Villa Lobos); Guarulhos (Internacional Shopping Guarulhos); Rio de Janeiro (Downtown e Botafogo); Niterói (Plaza Shopping Niterói); Belo Horizonte (BH Shopping); Uberlândia (Shopping Uberlândia); Curitiba (ParkShopping Barigui e Mueller); Vitória (Shopping Vitória); Florianópolis (Floripa Shopping); Porto Alegre (Barra Sul); Manaus (Studio 5 Shopping);Santos (Praiamar Shopping); São José dos Campos (Colinas Shopping); Barueri (Shopping Tamboré); Campinas (Shopping Iguatemi); Ribeirão Preto (Novo Shopping); Brasília (Pier 21); Salvador (Salvador Shopping); Goiânia (Flamboyant Shopping).

 

Todas as lutas do UFC 166:

 

Card principal

Junior Cigano (brasileiro) x Cain Velasquez 

Daniel Cormier x Roy Nelson

Gilbert Melendez x Diego Sanchez

Gabriel Gonzaga (brasileiro) x Shawn Jordan

John Dodson x Darrel Montague

 

Card preliminar

CB Dollaway x Tim Boetsch

Nate Marquardt x Hector Lombard

Sarah Kaufman x Jessica Eye

George Sotiropoulos x KJ Noons

TJ Waldburger x Adlan Amagov

Tony Ferguson x Mike Rio

Andre Fili x Jeremy Larsen

Dustin Pague x Kyoji Horiguchi

 

 

O canal Combate é a emissora oficial do UFC no Brasil, primeiro canal em todo o mundo com 24h de programação dedicadas às artes marciais, comercializado pelas operadoras de TV por assinatura NET, SKY, Oi TV, Claro TV, Vivo TV, GVT e Viacabo. 

 

Site - www.combate.com

Facebook - www.facebook.com/canalcombateoficial

Twitter - @canalCombate   


UFC 166: Nos cinemas e na TV, canal Combate transmite com exclusividade

Programação especial aquece os fãs para a grande disputa entre Junior Cigano e Cain Velasquez pelo cinturão de pesos pesados

 

O canal Combate transmite, com exclusividade, todas as lutas do UFC 166 – Velasquez x Cigano, neste sábado, direto de Houston. Ao todo serão 13 confrontos ao vivo, com destaque para a disputa do cinturão peso pesado em que o brasileiro Junior “Cigano” dos Santos tenta recuperar o título contra o americano Cain Velasquez. O sinal ao vivo abre às 18h45min do sábado, com matérias exclusivas na pré-hora, e as lutas têm início às 19h15min. Vale destacar que os desafios do card principal, a partir das 23h, também serão transmitidas nos cinemas da rede Cinemark por todo o Brasil (confira as salas mais abaixo). A pesagem também será transmitida ao vivo, a partir das 18h de sexta-feira. O evento terá narração de Rhoodes Lima, com comentários de Luciano Andrade e Kyra Gracie. 

 

Na principal luta da noite, os pesos pesados entram em ação no UFC 166, com o duelo entre o atual campeão Cain Velasquez e Junior Cigano, exclusivo. É o terceiro confronto entre os lutadores. Cigano tomou o título do americano com um nocaute, em 2011, mas Cain devolveu o revés por pontos, em 2012, e assegurou novamente o cinturão. A luta promete fortes emoções, além da chance de Cigano recuperar o título da divisão e deixar o Brasil novamente com três cinturões do UFC, juntando-se a José Aldo (campeão peso pena) e Renan Barão (campeão peso galo). Outro peso pesado tupiniquim nas lutas principais em Houston, Texas, será Gabriel “Napão” Gonzaga, que encara Shawn Jordan.

 

Durante a semana, o canal Combate apresenta uma programação voltada ao evento, com lutas de todas as feras no Octógono no programa “UFC Series”, “Sensei Combate”, “Primetime UFC 166” e “Countdown UFC 166”.

 

Confira toda a programação na TV e cinemas:    

 

Programação especial canal Combate

 

Terça-feira – UFC Series - 1h - Gabriel “Napão” Gonzaga vs. Ednaldo “Lula”; Gabriel “Napão” Gonzaga vs. Ben Rothwell; Gabriel “Napão” Gonzaga vs. Dave Herman; Shawn Jordan vs. Mike Russow; Shawn Jordan vs. Pat Barry – inédito

Quarta-feira – UFC Series –1h - Roy Nelson vs. Mirko “Cro Cop”; Roy Nelson vs. Dave Herman; Roy Nelson vs. Matt Mitrione; Roy Nelson vs. Cheick Kongo; Daniel Cormier vs. Frank Mir – inédito

Quinta-feira – UFC Series –1h - Cain Velasquez vs. Rodrigo “Minotauro”  ; Cain Velasquez vs. Brock Lesnar; Júnior “Cigano” Dos Santos vs. Cain Velasquez; Júnior “Cigano” Dos Santos vs. Frank Mir – inédito

Sexta-feira - Sensei Combate –17h30 ao vivo  

Sexta-feira – Pesagem ofivial UFC 166 –18h ao vivo

Sexta-feira – Countdown UFC 166 – 19h00min – inédito

Sexta-feira – Primetime UFC 166 – 20h00min – inédito  

Sexta-feira – UFC Series - 1h - Júnior “Cigano” Dos Santos vs. Mark Hunt; Cain Velasquez vs. Júnior “Cigano” Dos Santos – inédito

Sábado – UFC 166 Pré-Hora – 18h45min ao vivo

Sábado – UFC 166 card preliminar – 19h15min ao vivo

Sábado – UFC 166 card principal – 23h00min ao vivo

 

UFC nos cinemas Cinemark

 

Sábado – 23h – ao vivo - São Paulo (Cidade Jardim, Metrô Santa Cruz, Market Place, Iguatemi, Metrô Tatuapé, Aricanduva, Pátio Paulista e Villa Lobos); Guarulhos (Internacional Shopping Guarulhos); Rio de Janeiro (Downtown e Botafogo); Niterói (Plaza Shopping Niterói); Belo Horizonte (BH Shopping); Uberlândia (Shopping Uberlândia); Curitiba (ParkShopping Barigui e Mueller); Vitória (Shopping Vitória); Florianópolis (Floripa Shopping); Porto Alegre (Barra Sul); Manaus (Studio 5 Shopping);Santos (Praiamar Shopping); São José dos Campos (Colinas Shopping); Barueri (Shopping Tamboré); Campinas (Shopping Iguatemi); Ribeirão Preto (Novo Shopping); Brasília (Pier 21); Salvador (Salvador Shopping); Goiânia (Flamboyant Shopping).

 

Todas as lutas do UFC 166

 

Card principal

Junior Cigano (brasileiro) x Cain Velasquez 

Daniel Cormier x Roy Nelson

Gilbert Melendez x Diego Sanchez

Gabriel Gonzaga (brasileiro) x Shawn Jordan

John Dodson x Darrel Montague

 

Card preliminar

CB Dollaway x Tim Boetsch

Nate Marquardt x Hector Lombard

Sarah Kaufman x Jessica Eye

George Sotiropoulos x KJ Noons

TJ Waldburger x Adlan Amagov

Tony Ferguson x Mike Rio

Andre Fili x Jeremy Larsen

Dustin Pague x Kyoji Horiguchi

 

 

O canal Combate é a emissora oficial do UFC no Brasil, primeiro canal em todo o mundo com 24h de programação dedicadas às artes marciais, comercializado pelas operadoras de TV por assinatura NET, SKY, Oi TV, Claro TV, Vivo TV, GVT e Viacabo. 

 

Site - www.combate.com

Facebook - www.facebook.com/canalcombateoficial

Twitter - @canalCombate


UFC 160: Veja quanto Cain Velasquez, Junior Cigano e Pezão receberam por suas lutas

O UFC 160 rolou no fim de semana passado, dia 25 de Maio de 2013 no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas e muitos querem saber qual o valor que cada lutador recebe por luta. Eis então a lista de lutadores e seus ganhos por tais lutas segundo a Comissão Atlética do Estado de Nevada.

UFC 160
UFC 160

Com um total pago de $1,533,000, o topo da lista foi o Cain Velasquez seguido do Junior "Cigano" dos Santos.

Cain Velasquez: $400,000 (sem bônus)
venceu Antonio Silva: $75,000

Junior dos Santos: $240,000 (incluindo $120,000 por bônus de vitória)
venceu Mark Hunt: $160,000

Glover Teixeira: $48,000 (incluindo $24,000 por bônus de vitória)
venceu James Te Huna: $30,000

T.J. Grant: $50,000 (incluindo $25,000 por bônus de vitória)
venceu Gray Maynard: $45,000

Donald Cerrone: $82,000 (incluindo $41,000 por bônus de vitória)
venceu K.J. Noons: $41,000

Mike Pyle: $84,000 (incluindo $42,000 por bônus de vitória)
venceu Rick Story: $27,000

Dennis Bermudez: $28,000 (incluindo $14,000 por bônus de vitória)
venceu Max Holloway: $14,000

Robert Whittaker: $30,000 (incluindo $15,000 por bônus de vitória)
venceu Colton Smith: $15,000

Khabib Nurmagomedov: $28,000 (incluindo $14,000 por bônus de vitória)
venceu Abel Trujillo: $8,000

Stephen Thompson: $16,000 (incluindo $8,000 por bônus de vitória)
venceu Nah-Shon Burrell: $9,000

George Roop: $26,000 (incluindo $13,000 por bônus de vitória)
venceu Brian Bowles: $19,000

Jeremy Stephens: $48,000 (incluindo $24,000 por bônus de vitória)
venceu Estevan Payan: $10,000


UFC 160 Videos: Assista Cain Velasquez vs. Antonio Silva, Junior Cigano vs. Mark Hunt e demais lutas

Ontem ocorreu o UFC 160 onde a luta principal foi entre o atual campeão peso pesado Cain Velasquez que enfrentou o paraibano Antonio Pezão. Na  luta anterior, o ex-campeão Junior Cigano enfrentou Mark Hunt, campeão do K-1 World GP 2001. Outro brasileiro no card foi o Glover Teixeira que enfrentou James Te Huna.

Não deixe para assistir depois pois em breve os vídeos serão removidos dos servidores por determinação da organização do evento.

Card Principal

Cain Velasquez vs. Antonio Silva - UFC 160

Junior dos Santos vs. Mark Hunt - UFC 160 [Part 3]
Junior dos Santos vs. Mark Hunt - UFC 160 [Part 2]
Junior dos Santos vs. Mark Hunt - UFC 160 [Part 1]

Glover Teixeira vs. James Te Huna - UFC 160 

Gray Maynard vs. TJ Grant - UFC 160

Donald Cerrone vs. Karl James Noons - UFC 160 [Part 4]
Donald Cerrone vs. Karl James Noons - UFC 160 [Part 3]
Donald Cerrone vs. Karl James Noons - UFC 160 [Part 2]
Donald Cerrone vs. Karl James Noons - UFC 160 [Part 1]

Card Preliminar

Mike Pyle vs. Rick Story - UFC 160 [Part 3]
Mike Pyle vs. Rick Story - UFC 160 [Part 2]
Mike Pyle vs. Rick Story - UFC 160 [Part 1]

Dennis Bermudez vs. Max Holloway - UFC 160 [Part 3]
Dennis Bermudez vs. Max Holloway - UFC 160 [Part 2]
Dennis Bermudez vs. Max Holloway - UFC 160 [Part 1]

Colton Smith vs. Robert Whitaker - UFC 160 [Part 3]
Colton Smith vs. Robert Whitaker - UFC 160 [Part 2]
Colton Smith vs. Robert Whitaker - UFC 160 [Part 1]

Khabib Nurmagomedov vs. Abel Trujillo - UFC 160 [Part 3]
Khabib Nurmagomedov vs. Abel Trujillo - UFC 160 [Part 2]
Khabib Nurmagomedov vs. Abel Trujillo - UFC 160 [Part 1]

Stephen Thompson vs. Nah-Shon Burrell - UFC 160 [Part 4]
Stephen Thompson vs. Nah-Shon Burrell - UFC 160 [Part 3]
Stephen Thompson vs. Nah-Shon Burrell - UFC 160 [Part 2]
Stephen Thompson vs. Nah-Shon Burrell - UFC 160 [Part 1]

Brian "Mini Mark Wahlberg" Bowles vs. George Roop - UFC 160 [Part 3]
Brian "Mini Mark Wahlberg" Bowles vs. George Roop - UFC 160 [Part 2]
Brian "Mini Mark Wahlberg" Bowles vs. George Roop - UFC 160 [Part 1]

Jeremy Stephens vs. Estevan Payan - UFC 160 [Part 4]
Jeremy Stephens vs. Estevan Payan - UFC 160 [Part 3]
Jeremy Stephens vs. Estevan Payan - UFC 160 [Part 2]
Jeremy Stephens vs. Estevan Payan - UFC 160 [Part 1]

Para ver a luta completa, veja os vídeos abaixo.

Cain Velasquez vs. Antonio Silva - UFC 160 [Full Fight Part 2]
Cain Velasquez vs. Antonio Silva - UFC 160 [Full Fight Part 1]

Junior dos Santos vs. Mark Hunt - UFC 160 [Full Fight Part 4]
Junior dos Santos vs. Mark Hunt - UFC 160 [Full Fight Part 3]
Junior dos Santos vs. Mark Hunt - UFC 160 [Full Fight Part 2]
Junior dos Santos vs. Mark Hunt - UFC 160 [Full Fight Part 1]

Glover Teixeira vs. James Te Huna - UFC 160 [Full Fight Part 2]
Glover Teixeira vs. James Te Huna - UFC 160 [Full Fight Part 1]

Gray Maynard vs. TJ Grant - UFC 160 [Full Fight Part 2]
Gray Maynard vs. TJ Grant - UFC 160 [Full Fight Part 1]


UFC 160: Velasquez nocauteia Pezão, Cigano nocauteia Hunt e Glover finaliza Te Huna

Velásquez acerta direto no queixo de Pezão no UFC 160

Tinha tudo pra ser uma noite 100% brasileira em Las Vegas, mas Antônio Pezão não teve nem chance de deixar a porcentagem inteira para o Brasil. Em duelo contra o americano Cain Velásquez, Antônio Pezão não não teve tempo para mostrar seu serviço, na noite deste sábado (25), no MGM Grand Arena. Era uma revanche bastante esperada para o brasileiro que tinha o sonho de vencer o campeão e ter um gosto a mais para comemorar, mas

O duelo foi rápido, americano soltou alguns golpes após tentar derrubar o brasileiro e conseguiu desviou de um direto do brasileiro. Velásquez, então, encaixou uma combinação de jab e direto de encontro que acertou o queixo de Pezão e o levou ao chão, e aí só completou o serviço com alguns socos no solo. O árbitro brasileiro Mario Yamasaki avisou a Pezão que ele precisava esboçar alguma defesa mais eficiente, porém foi o que não aconteceu, na visão dele, o duelo foi interrompido aos 1m21s do primeiro round. Após manter o cinturão da divisão dos pesados, Velásquez já sabe quem vai enfrentar, e será outro brasileiro bastante conhecido dele, Junior Cigano dos Santos.

Cigano

Antes dos combates, o chefão do UFC, Dana White já havia anunciado que o vencedor de Cigano x Hunt enfrentaria o vencedor de Velásquez x Pezão. Com a vitória sobre Pezão, e a manutenção do cinturão, o americano Cain Velásquez fará a famosa trilogia com Junior Cigano que fez o dever de casa diante de Mark Hunt. Cigano vinha quieto desde dezembro de 2010 quando perdeu o cinturão para Cain Velásquez, e pode sentir novamente o sabor da vitória na noite em que de quebra, o credenciou a disputar novamente o cinturão da categoria. Cigano, porém teve trabalho para conquistar essa credencial ao enfrentar o duríssimo Neozelandês Mark Hunt. Os dois travaram um duelo imprevisível conseguindo golpes e colocando na cabeça do publico que tinha a plena certeza que um cairia. O primeiro a sentir foi Hunt que tomou um direto de Cigano na metade do round inicial, mas logo se recuperou e voltou a base. O neozelandês ainda deu trabalho à Cigano conectando bons golpes com sua pesada mão esquerda, mas ficou aí. Cigano foi mais eficiente e acertou um surpreendente chute giratório e partiu pra cima pra liquidar o duelo.

Glover sobe mais um degrau.

A sensação brazuca no UFC, Glover Teixeira fez bonito novamente mais uma vez. Em sua quarta luta na organização, o brasileiro mostrou a que veio a organização. Glover enfrentou o australiano James Te-huna e não deu chances ao rival. O brasileiro partiu pra cima logo de cara mas Te Huna não se intimidou com Glover e encaixou duas boas esquerdas mostrando serviço, porém, Glover acertou alguns golpes e um overhand poderoso que balançou o rival. Na sequência, o mineiro disparou socos e cotoveladas, mas Te Huna se defendeu bem e se levantou e deu brecha para Glover, que  encaixou a guilhotina, puxou para a guarda e o viu o rival dar os três tapinhas aos 2m38s do primeiro round, arrancando aplausos da lenda americana, Mike Tyson que acompanhou todo o evento ao lado de Dana White.

“Meu trabalho é chegar e terminar as lutas. Agradeço a oportunidade de lutar aqui. O Mike Tyson está aqui, não acredito ainda, estou quase chorando. Eu adoro ele, sempre assisto aos melhores momentos dele.” Disse Glover, ainda no octógono

Prêmios da noite:

Os brasileiros Junior Cigano e Glover Teixeira saíram com o bolso recheado de Las Vegas. Cigano e Hunt travaram a melho luta da noite, já Glover ganhou o bônus como a melhor finalização. Cada um  levou pra casa uma quantia de US$ 50 mil (o equivalente a cerca de R$ 100 mil). Quem também riu a toa, foi Tj Grant que nocauteou Gray Maynard no 1º round.

Veja todos os resultados do UFC 160:

   CARD PRINCIPAL

  • Cain Velásquez venceu Antônio Pezão por nocaute técnico a 1m21s do primeiro round
  • Junior Cigano venceu Mark Hunt por nocaute aos 4m18s do terceiro round
  • Glover Teixeira venceu James Te Huna por finalização aos 2m38s do primeiro round
  • TJ Grant venceu Gray Maynard por nocaute técnico aos 2m07s do primeiro round
  • Donald Cerrone venceu KJ Noons por decisão unânime dos jurados

  CARD PRELIMINAR

  • Mike Pyle venceu Rick Story por decisão dividida dos jurados
  • Dennis Bermudez venceu Max Holloway por decisão dividida dos jurados
  • Robert Whittaker venceu Colton Smith por nocaute técnico aos 41s do terceiro round
  • Khabib Nurmagomedov venceu Abel Trujillo por decisão unânime dos jurados
  • Stephen Thompson venceu Nah-Shon Burrell por decisão unânime dos jurados
  • George Roop venceu Brian Bowles por nocaute técnico a 1m43s do segundo round
  • Jeremy Stephens venceu Estevan Payan por decisão unânime dos jurados

Fonte: http://newsmma.com.br/velasquez-nocauteia-pezao-mantem-cinturao-e-fara-trilogia-contra-junior-cigano/


UFC 160: Confirmado Cain Velasquez vs Antonio Pezão & Junior Cigano vs Alistair Overeem

O MGM Grand Garden Arena será o palco do UFC 160, no dia 25 de maio. O evento não somente terá a disputa do cinturão dos pesos pesados como definirá o próximo desafiante da categoria até 120kg.

A notícia de que Cain Velasquez defenderá o cinturão contra Antonio Silva no mesmo card em que Junior dos Santos fará a co-luta principal contra Alistair Overeem foi primeiramente divulgada por um fã da Irlanda, onde Dana White esteve presente em uma homenagem pelos serviços prestados ao MMA.

Ciaran Beegan (@cbeegan90) escreveu em seu twitter ontem: “Acabou acabou de nos dizer no The Temple Bar… Cain vs Big Foot e JDS vs Remm em maio! Você ouviu isso aqui primeiro!” – seguido da hashtag #DanasInDublin.

Velasquez e Silva já estiveram em rota de colisão antes. No primeiro encontro, o ex-campeão fez a primeira luta após a perda do título para Junior Cigano e passou como um trator sobre o paraibano.

Na apresentação seguinte, Cain derrotou o único homem que o havia superado em sua carreira profissional e reconquistou o posto de número um do mundo com uma vitória esmagadora sobre o catarinense por decisão incontestável dos árbitros do combate.

Dos Santos quis revanche imediata mas não foi atendido pelo Ultimate Fighitng Championship, que optou por colocar Pezão como próximo adversário de Cain. O lutador da Team Nogueira impressionou a direção da organização e os fãs do esporte ao nocautear Overeem no UFC 156.

Junior enfrentará o oponente contra quem teria feito a primeira defesa de título se Alistair Overeem não tivesse falhado no exame antidoping preventivo realizado pelo Ultimate. O duelo teria acontecido no UFC 146 e Cigano acabou enfrentando Frank Mir, que substituiu o holandês.

“De azarão a top dos pesados do UFC” – foi a manchete da coluna Fatos&Fotospublicada no dia 4 de fevereiro, como prenúncio da maior oportunidade profissional da carreira de Bigfoot Silva, que tinha como plano principal manter-se entre os melhores da divisão, sem descartar a revanche contra Velasquez.

“Sou funcionário do UFC. Tenho de lutar com quem eles acharem melhor para o evento, mas se eles me derem a oportunidade, vou treinar mais ainda para fazer uma grande luta e conseguir uma vitória”, afirmou com exclusividade ao blog Mano a Mano.

fotos: divulgação

Perguntas aos leitores do blog: Pezão é o azarão contra Velasquez? Cigano finalmente vai calar Overeem?

Fonte: http://terramagazine.terra.com.br/mmamanoamano/blog/2013/02/13/ufc-160-velasquez-vs-pezao-cigano-vs-overeem/


UFC 155: Cain Velásquez massacra Júnior Cigano e recupera cinturão dos pesos-pesados

150973_10151365106616276_900018893_nCain Velásquez é declarado campeão dos pesos-pesados do UFC.

Cain Velásquez fez bonito no UFC 155, fez o que queria com o então campeão, recuperando o que era seu no ano passado. Em evento realizado na noite deste sábado, 29, no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas, EUA, Cain Velásquez fez “a luta da vida” contra o brasileiro Júnior “Cigano” Dos Santos em uma batalha de 5 rounds. No Co-Main Event do show, Jim Miller  superou Joe Lauzon por decisão unânime, subindo um degrau ao cinturão dos leves. O evento contou ainda com a revanche entre  Alan Belcher contra o Japonês Yushin Okam, e muito mais. Não foi a noite do Brasil em Las Vegas. Júnior Cigano não se achou no combate contra Cain Velásquez e foi superado com um jogo já acertado a tempos pelo atual campeão. Cain começou logo combate afobado, partindo pra cima do brasileiro e tentando a queda, que veio na metade do round inicial. Mas não foi só a queda,  Velasquez conseguiu ser contundente também na trocação, surpreendendo todo mundo. Cigano foi ao chão e passou a ser atingido repetidas vezes, o árbitro Herb Dean chegou perto e até ameaçou interromper a luta, mas ao combate seguiu. E foi para o segundo round, onde Cain veio com tudo novamente, mostrando um poder de nocaute incrível em pé, acertando logo no começo do round, um direto em cheio no rosto de Cigano que  ficou sob pressão, foi golpeado de cima para baixo e se assim como no round inicial quase foi nocauteado, neste foi quase finalizado em uma chave de braço.

Velásquez dominou no solo e também na trocação.(Foto: Getty Images)Velásquez dominou no solo e também na trocação.(Foto: Getty Images)

Sobrevivendo dois round espetaculares de Velásquez, Cigano tentou mudar o estilo de luta, assim como Velásquez que diminuiu o ritmo e deixou o duelo mais morno, mas sem deixar Cigano gostar do combate, Velásquez superou o brasileiro em mais um round, obrigando o brasileiro a ir para o tudo ou nada no quarto e quinto round. E foi assim que Cigano veio, com tudo, mas com guarda baixa, foi duramente golpeado em diversos momentos do quarto round, já no quinto e último round, o milagre de que Cigano precisava não aconteceu. Velasquez conseguiu administrar bem o último round e não teve problemas para levar os cinco minutos finais com tranquilidade, vencendo mais um round e recuperando o cinturão dos pesos pesados do UFC. “O ano inteiro, eu me preparei, e essa luta foi a mais difícil. Eu estava muito cansado e eu fui em frente, graças ao meu preparador e à minha equipe. Me sinto muito bem. Voltei mais forte. Este é o meu presente de Natal para minha esposa, eu havia prometido a ela.” disse Velásquez

Brasileiro ficou bastante machucado no duelo.Brasileiro ficou bastante machucado no duelo.

Após o anúncio oficial da derrota, perdendo então o cinturão, o brasileiro Júnior Cigano foi entrevistado por Joe Rogan e recebeu vaias. E prometeu voltar com tudo para recuperar o cinturão. “Por que todo mundo está tão chateado? Por que? Sua estratégia foi muito eficiente e, hoje, ele foi melhor do que eu. Os socos foram normais, eu estou acostumado a tomar socos todos os dias, mas ele pressionou o tempo inteiro, tentou me colocar para baixo, então parabéns a ele. Cain Velásquez, como você disse: eu vou voltar e vou recuperar o meu cinturão.” disse Cigano. Cigano também falou nos microfones do Canal Sport, pedindo desculpa aos fãs, antes de se dirigir ao hospital em Las Vegas com suspeita de fratura no maxilar. “Gostaria de dizer “desculpa”, tentei o melhor. Não consegui conectar nenhum soco. Infelizmente não deu desta vez, mas eu aprendi na minha vida que nenhuma derrota vai me vencer.” disse o ex-campeão A LUTA DA NOITE. O evento ainda contou com boas lutas antes da disputa do cinturão. Pelo Co-Main Event, em Las vegas, Jim Miller venceu Joe Lauzon por decisão unânime fazendo então “a luta da noite”. Com bastante garra, Miller e Lauzon mostraram porque são os top’s da divisão dos leves.Com um primeiro round de tirar o fôlego, Miller e Lauzon vieram para o duelo sabendo que o degrau a mais da divisão dependia e muito da vitória, com isso ninguém queria correr o risco de perder, tentando luquidar o combate antes da decisão. E não foi isso que ocorreu, o duelo sangrento, lá e cá, mas com Miller mais contundente, conseguindo golpes mais firmes em Lauzon, que chegou a abrir dois cortes no rival, mas o duelo foi para o terceiro round, onde ambos mostraram-se desgastados, exaustos após o esforço extremo. O combate estava equilibrado, até que Lauzon tentou uma tesoura voadora, buscando uma chave de calcanhar que colocou Miller em apuros, mas o gongo tocou, encerrando o combate mais emocionante da noite. Na decisão, Jim Miller levou por decisão unânime, com 29-28, 29-28, 29-28. O evento contou ainda com um bom combate entre Costa Phillipou que passou o “trator” em Tim Boetsch conseguindo um belo nocaute na metade do 3º round, e a bela vitória de Yushin Okami sobre Alan Belcher por decisão unânime. PRÊMIOS DO UFC 155: O prêmio de “luta da noite” não poderia ser outro, com um duelo de tirar o fôlego dos fãs, Jim Miller e Joe Lauzon se pegaram em um belo duelo de três rounds, com muita trocação e muito Jiu-Jitsu. A organização premiou também Todd Duffee e John Moraga com o bônus de nocaute da noite e finalização da noite, respectivamente. Duffee passou o carro em Phil De Fries, enquanto Moraga pegou Chris Cariaso na guilhotina na primeira luta da noite. Confira os resultados completos do UFC 155:               UFC 155 29 de dezembro de 2012, em Las Vegas (EUA)       CARD PRINCIPAL

  • Cain Velásquez venceu Junior Cigano por decisão unânime
  • Jim Miller venceu Joe Lauzon por decisão unânime
  • Costa Phillipou venceu Tim Boetsch por nocaute técnico aos 2m11s do terceiro round
  • Yushin Okami venceu Alan Belcher por decisão unânime
  • Derek Brunson venceu Chris Leben por decisão unânime

      CARD PRELIMINAR

  • Eddie Wineland venceu Brad Pickett por decisão dividida
  • Erik Perez venceu Byron Bloodworth por nocaute técnico aos 3m50s do primeiro round
  • Jamie Varner venceu Melvin Guillard por decisão dividida
  • Myles Jury venceu Michael Johnson por decisão unânime
  • Todd Duffee venceu Philip De Fries por nocaute aos 2m04s do primeiro round
  • Max Holloway venceu Leonard Garcia por decisão dividida
  • John Moraga venceu Chris Cariaso por finalização (guilhotina) a 1m11s no terceiro round

Fonte: http://newsmma.wordpress.com/


Cain Velásquez se espelha em lutador de boxe para derrotar Junior Cigano, na coletiva de imprensa

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira em Las Vegas, EUA, o campeão dos pesos-pesados Júnior Cigano e o ex campeão Cain Velásquez ficaram lado a lado. As feras responderam as perguntas da imprensa de forma bem tranquila, mas mostrando confiança para o combate que acontece no UFC 155, no próximo sábado (29, no MGM, Las Vegas. Apesar de ser revanche, o duelo não chegou a esquentar nos microfones, mas sempre confiantes e com palavras curtas.

Motivado, Cain diz em entrevista que se espelha no jogo do rival, se espelhando no mexicano Juan Manuel Márquez que nocauteou o fenômeno Manny Pacquiao aos 2m59s do sexto round, no início deste mês, conquistando o título da Organização Mundial de Boxe (WBO).

Foi bastante motivador para mim. Quero fazer o mesmo que ele fez. Nós nos conhecemos no avião, na Cidade do México – disse Velásquez, se referindo a Marquez

Focado na chance em tão pouco tempo de recuperar o cinturão, Velásquez afirma ter aprendido com os erros da primeira luta, quando foi nocauteado com apenas 1m04s do primeiro round, e desde então não esquece do “choque” ao perder o cinturão.

“Quando você perde tem que aprender, tem que tirar o melhor proveito do que aconteceu. Peguei o que fiz de errado na primeira luta. Agora é usar isso para sempre. ” afirmou o ex-campeão

Por outro lado, Cigano não mudou seus discursos antes da coletiva, bom humor e diz está com foco e apostando em um público dividido entre brasileiros e mexicanos no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas:

“Acho que vai ser 50% cada. Já vi muitos brasileiros aqui no hotel e acho que vai ter muito mexicano. Vai ser um grande espetáculo e vamos ter muitos torcedores. Sei que vai ter mexicano torcendo por mim também.” Disse o campeão.

O brasileiro defende o cinturão na noite deste sábado, no duelo principal do UFC 155. O show começa às  21h30m (de Brasília), e o Canal Combate transmite com exclusividade todo o evento.

Confira o card completo do evento:

UFC 155
29 de dezembro de 2012, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL

  • Junior Cigano x Cain Velásquez
  • Jim Miller x Joe Lauzon
  • Tim Boetsch x Costa Phillipou
  • Yushin Okami x Alan Belcher
  • Chris Leben x Derek Brunson

CARD PRELIMINAR

  • Melvin Guillard x Jamie Varner
  • Brad Pickett x Eddie Wineland
  • Erik Perez x Byron Bloodworth
  • Michael Johnson x Myles Jury
  • Leonard Garcia x Max Holloway
  • Philip De Fries x Todd Duffee
  • John Moraga x Chris Cariaso

Fonte: http://newsmma.wordpress.com/
Foto: http://www.mmafighting.com 


Junior Cigano graduado a faixa preta de jiu-jítsu às vésperas de luta contra Cain Velásquez

Júnior Cigano recebe faixa preta de jiu-jitsu (Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)Júnior Cigano recebe faixa preta de jiu-jitsu
(Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal)

 O campeão dos pesos-pesados do UFC, Junior Cigano, ganhou um incentivo extra às vésperas de sua revanche diante do ex-campeão Cain Velásquez, dia 29 de dezembro, no UFC 155, em Las Vegas. O catarinense recebeu, em Salvador, a faixa preta de jiu-jítsu de Yuri Carlton, professor responsável por todas as suas graduações e um dos primeiros a dar oportunidade para o lutador.

Junior Cigano é conhecido por ter um excelente boxe, considerado um dos melhores do UFC na trocação. Suas duas últimas vitórias vieram através de nocaute. Agora, ele já pode ser considerado um especialista em jogo no chão.

O brasileiro já encarou o próximo rival, Cain Velásquez, em novembro de 2011. Na ocasião, ele derrotou o então campeão com um nocaute relâmpago com apenas um minuto de luta. Cigano defendeu seu cinturão pela última vez em maio passado, quando nocauteou Frank Mir no UFC 146. Na mesma noite, Velásquez levou a melhor sobre Antônio Pezão.

UFC 155
29 de dezembro de 2012, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL

Junior Cigano x Cain Velásquez
Tim Boetsch x Costa Phillipou
Jim Miller x Joe Lauzon
Yushin Okami x Alan Belcher

CARD PRELIMINAR

Chris Leben x Karlos Vemola
Brad Pickett x Eddie Wineland
Philip De Fries x Todd Duffee
Erik Perez x Byron Bloodworth
Michael Johnson x Myles Jury
Leonard Garcia x Cody McKenzie
John Moraga x Chris Cariaso

Fonte: http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2012/12/cigano-recebe-faixa-preta-de-jiu-jitsu-vesperas-de-luta-contra-velasquez.html


Junior Cigano agora é Nike

Por Bruno Municelli

São Paulo, 12 de novembro de 2012 - O campeão mundial Junior Cigano dos Santos é o novo astro do time de atletas brasileiros da Nike. O catarinense, de 28 anos, atual detentor do cinturão da categoria peso pesado do UFC (Ultimate Fight Championship) e atleta do Corinthians, estreia a parceria no octógono em dezembro, em Las Vegas.

 

“O Junior Cigano é um atleta de alto nível e contar com ele no time Nike é uma honra. As informações que recebemos dos atletas são o vetor da inovação na Nike. Um atleta de ponta nunca está satisfeito. Ele sempre quer mais: mais vitórias, mais títulos, produtos melhores. Essa é a energia que move a marca”, afirma Luís Alexandre, diretor de Sports Marketing da Nike no Brasil.

 

O próximo desafio de Cigano será a revanche contra Cain Velásquez, programada para o último UFC no ano, no dia 29 de dezembro, em Las Vegas. A última luta do brasileiro foi em 26 de maio, quando defendeu o cinturão pela primeira vez e nocauteou Frank Mir, no UFC 146.

 

Além de Cigano, a Nike patrocina outro gigante do UFC, Anderson “Spider” Silva, considerado por muitos o melhor lutador de MMA (Artes Marciais Mistas) da história.