I MXA Fan Expo traz o campeão do UFC José Aldo e a lenda do MMA Maurício Shogun Rua

O MMA Brazucas marcou presença ontem no Shopping Center Recife onde aconteceu o I MXA Fan Expo, organizado pelos sócios Max Carvalho e Avelar Sampaio, o evento trouxe a lenda do MMA e sempre solícito Maurício "Shogun" Rua, campeão do Pride FC, melhor evento de MMA que já existiu e Ex-Campeão do UFC, e a sensação do momento, o atual campeão da categoria até 66kg do UFC, José Aldo Junior. O Jiu Jitsu não foi esquecido no evento e quem comandou a arte suave foi José Olímpio, conhecido como Zé Radiola, que junto com seu filho Guilherme Rocha, supervisionou o seminário dado por seu prodígio filho.

Com uma bela estrutura no quarto piso do estacionamento do Shopping Center Recife, todos os seminários estavam cheios de praticantes para todas as modalidades. Pela manhã, Zé Radiola liderou o seminário de Jiu Jitsu e na sequência seu filho Guilherme ministrou seminário da arte suave para a criançada sob os olhos de seu pai.

A tarde Maurício Shogun ministrou seminário de MMA avançado mostrando os golpes que o consagraram campeão do Pride e no UFC, com domínio em sua origem na base em pé. Para aqueles que se inscreveram para o seminário para iniciantes no Shogun, estes ganharam um presente. Minutos antes de inciar o seminário, Maurício Shogun recebeu o campeão José Aldo e juntos ministraram um seminário especial para aqueles que estavam inscritos em módulos diferentes.

Numa didática excepcional, José Aldo e Maurício Shogun ensinaram sequências eficazes para todos os atletas que estavam ali presentes lotando completamente todo o espaço, que entre jornalistas e fãs do MMA admiravam todos os movimentos.

Entre um seminário e outro, Mauricio Shogun e José Aldo respondiam perguntas dos atletas participantes do evento. Os jornalistas tiveram seus momentos de perguntas e respostas. Ambos palestrantes nunca estiveram em Recife e falaram que adoraram a recepção do público, mas que não querem conversa em tomar banho no mar cheio de tubarões. Questionado sobre aposentadoria, Shogun informou que não passa por sua cabeça essa possibilidade, garantindo que luta por prazer, pois não tem que provar nada pra ninguém, e quem conhece seu legado sabe disso. José Aldo apesar de estar focado para sua próxima luta, a revanche contra o americano Chad Mendes, ainda pensa em lutar na categoria acima com o atual campeão Anthony Pettis, mas que se vier a acontecer, somente no próximo ano e quem sabe num UFC no Amazonas, sua terra natal. Em breve colocaremos trechos da coletiva em vídeo com ambos palestrantes.

Quem também marcou presença no evento foi pernambucano atleta do UFC Raphael Assunção, que em visita a sua terrinha, não poderia deixar de marcar presença na I MXA Fan Expo.

A MXA Sports vem fazendo um belíssimo trabalho na divulgação de sua marca e com isso agregando valores para os conterrâneos trazendo campeões consagrados das maiores organizações de MMA mundial como o mito Wanderlei Silva, o campeão peso galo do UFC Renan Barão, e agora outra lenda do MMA Maurício Shogun Rua e o campeão peso pena José Aldo.

Veja a seguir as fotos do I MXA Fan Expo:


UFC atualiza Ranking Geral após exclusão de GSP da lista

O UFC atualizou nesta segunda-feira o seu Ranking Geral  (engloba todos os atletas de todas as categorias de peso) e o Brasil conta com José Aldo (campeão dos penas), Anderson Silva e Renan Barão (campeão interino dos galos).

A grande mudança se deu com a exclusão de George St. Pierre da lista (que ocupava a segunda colocação), já que o lutador entregou o seu título dos meio-médios na última sexta, anunciando um afastamento por tempo indeterminado do MMA.

Ronda Rousey divulgação ufc

Com tal fato, todos os lutadores subiram uma posição, com a exceção de Jon Jones que já era o líder. A musa Ronda Rousey, campeão dos galos do UFC, agora aparece pela primeira vez no Ranking.

O critério é o desempenho do lutador ao longo dos eventos e o Ranking é o mais importante do MMA.

Confira o Ranking completo dos 10 melhores do UFC (levando-se todas as categorias de peso):

1- Jon Jones

2- José Aldo

3- Anderson Silva

4– Cain Velasquez

5– Renan Barão

6– Demetrious Johnson

7–  Anthony Pettis

8– Chris Weidman

9– Benson Henderson

10 – Ronda Rousey

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/2013/12/16/ranking-geral-do-ufc-e-atualizado-com-grandes-mudancas/


UFC 163: José Aldo vence Zumbi Coreano e Lyoto Machida perde

UFC 163 fez a Arena HSBC, no Rio de Janeiro tremer na noite deste sábado (03). O evento principal que contou com o duelo entre José Aldo encarando o coreano Chan Sung Jung, o “Korean Zumbi” mostrou surpresas e boas lutas. O peso-pena José Aldo mostrou que no Brasil quem manda colocando pela quarta vez o cinturão da divisão em jogo.

O brasileiro fez um primeiro round bem parelho mas Aldo conseguiu levar a melhor, assim como no segundo round, onde o campeão surpreendeu colocando para baixo com facilidade e golpeando ocoreano no solo. Assim como no segundo round, Aldo resolveu colocar o coreano para baixo também no terceiro round e com o “empurrãozinho” da galera foi somando seus pontos e intimidando o rival. No quarto round Aldo acertou uma sequência de três chutes altos consecutivos, o brasileiro foi para o chão com Chan Sung Jung, que cedeu as costas, levou uma saraivada de socos na cabeça até que Herb Dean encerrou o combate. O título segue no Brasil e nas mãos de um lutador que não tem medo de assombrações, como o Zumbi e o fantasma que aterrorizou os brasileiros nas últimas disputas de cinturão, com Anderson Silva e Junior Cigano.

No co-main event da noite o brasileiro Lyoto “The Dragon” Machida encarou o  norte-americano”Mr. Wonderful” Phil Davis, e não se deu bem mesmo com a festa brasileira na Arena da Barra cantando a música “O que é, o que é” do músico Gonzaguinha. No duelo, o brasileiro fez belo início de luta, com boa movimentação e ameaçando Davis com seu jogo característico jogando quadril de lado e deixando o americano sem entender. No fim do primeiro round, Davis conseguiu boa queda e só não conseguiu bons movimentos no solo porque o round terminou. Aos gritos de “O campeão Voltou” Lyoto veio para o segundo round, mais calmo e esperando mais iniciativa do rival e teve. Davis veio com mais confiança e até venceu o round mais uma vez terminando bem o round quedando o brasileiro e conseguindo bons golpes e levando mais confiança ao último round. O brasileiro sabia da responsabilidade, mas demonstrou sinais de cansaço e fez um round final bem equilibrado, mas não para os árbitros, que deram a vitória para o americano por decisão unanime. (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28). Sobe vaias, e gritos da torcida, Lyoto foi simples.

“Sinceramente, não sei qual é a regra do UFC. O grito da galera fala por si só” Disse o ex-campeão ainda no octógono.

Lyoto não se deu bem

No terceiro combate mais importante da noite, Cezar Mutante não deu chances a Thiago Marreta. Em batalha de ex-TUF’s,  Mutante voltou após mais de um ano e voltou com tudo mostrando superioridade não dado chances ao participante da segunda temporada do TUF. Mutante logo partiu pra cima de Marreta e acertou um overhand deixando o adversário grogue. Marreta na sequência tentou uma uma queda, mas o campeão do TUF puxa para a guilhotina e finalizou em apenas 47 segundos de luta. Já no quarto combate mais importante da noite, Thales Leites voltou com tudo e superou o britânico Tom Watson em uma batalha sangrenta, melhor para o brasileiro e ex-desafiante ao cinturão da divisão, vencendo por decisão unânime dos jurados.

Prêmios da noite:

O australiano Anthony Perosh roubou a cena e levou o prêmio de nocaute da noite, ao conseguir bela sequência pra cima de Vinny Magalhães em apenas 14 segundos. Na finalização da noite, Sergio Moraes levou a premiação de finalização da noite diante de Neil Magny. Já na luta da noite, Iliarde Santos x Ian McCall levaram o prêmio. Cada um levou para casa US$ 50.000 da organização.

UFC 163 (UFC Rio 4)
3 de agosto de 2013, no Rio de Janeiro

CARD PRINCIPAL

José Aldo venceu Chan Sung Jung por nocaute técnico aos 2m do round 4
Phil Davis venceu Lyoto Machida por decisão unânime (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28)
Cezar Mutante venceu Thiago Marreta por finalização (guilhotina) aos 47s do round 1
Thales Leites vence Tom Watson por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
John Lineker venceu José Maria ‘No Chance’ por nocaute técnico a 1m03s do round 2

CARD PRELIMINAR

Anthony Perosh venceu Vinny Magalhães por nocaute 14s do round 1
Amanda Nunes venceu Sheila Gaff por nocaute técnico aos 2m08s do round 1
Serginho Moraes venceu Neil Magny por finalização (triângulo) aos 3m13s do round 1
Ian McCall venceu Iliarde Santos por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 29 a 28)
Rani Yahya venceu Josh Clopton por decisão unânime (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28)
Francimar Bodão venceu Ednaldo Lula por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 29 a 28)
Viscardi Andrade venceu Bristol Marunde por nocaute técnico a 1m36s do round 1

Fonte: www.newsmma.com.br


Canal Combate transmite todas as lutas do UFC 163

Sinal ao vivo abre às 18h30min, com entrevistas exclusivas e todos os lances do evento

 

Só o canal Combate transmite, ao vivo, todas as lutas do UFC 163 – Aldo x Korean Zombie, neste sábado, no Rio de Janeiro, evento que traz a disputa do cinturão peso pena do UFC entre José Aldo e o “Korean Zombie” Chan Sung Jung. Com narração de Rhoodes Lima, comentários de Kyra Gracie, Luciano Andrade e reportagens de Guido Nunes, o Combate prepara uma cobertura especial, in loco. Ao todo vão ser 13 lutas, 11 delas exclusivas, e 16 atletas brasileiros dentro do Octógono, e o canal de lutas não perde nenhum lance, trazendo entrevistas com todos os astros da noite.

 

O sinal ao vivo abre às 18h30min, com muitas reportagens exclusivas e todo o clima na HSBC Arena na pré hora do evento. A primeira luta está programada para as 19h30min. O Combate transmite ao vivo e com exclusividade todas as oito lutas do card preliminar.

 

A partir das 23h, começam as lutas principais, tendo como grande atração a disputa do cinturão peso pena do UFC entre José Aldo e o “Korean Zombie” Chan Sung Jung. Os brasileiros Lyoto Machida, Demian Maia e Cezar Mutante também protagonizam confrontos aguardados.

   

Confira todas as lutas transmitidas:

 

CARD PRINCIPAL - 23h 

José Aldo x Chan Sung Jung

Lyoto Machida x Phil Davis

Demian Maia x Josh Koscheck (exclusivo)

Cezar Mutante x Thiago Marreta (exclusivo)

John Lineker x José Maria “Sem Chance” (exclusivo)

 

CARD PRELIMINAR - 19h30

Vinny Magalhães x Anthony Perosh (exclusivo)

Amanda Nunes x Sheila Gaff (exclusivo)

Sergio Moraes x Neil Magny (exclusivo)

Thales Leites x Tom Watson (exclusivo)

Rany Yahia x Josh Cloton (exclusivo)

Ian Maccall x Iliarde Santos (exclusivo)

Viscardi Andrade x Bristol Marunde (exclusivo)

Ednaldo Lula x Francimar Bodão (exclusivo)

 

O canal Combate é a emissora oficial do UFC no Brasil, primeiro canal em todo o mundo com 24h de programação dedicadas às artes marciais, comercializado pelas operadoras de TV por assinatura NET, SKY, Oi TV, Claro TV, GVT e Viacabo.

 

Site - www.combate.com

Facebook - www.facebook.com/canalcombateoficial

Twitter - @canalCombate


UFC 163 oficializado para Aldo x Pettis e Demian x Koscheck dia 3 de Agosto

O Ultimate confirmou oficialmente mais um evento para o Brasil. O UFC 163 será disputado no Rio de Janeiro, no dia 3 de agosto, e terá como luta principal a disputa do título do peso-pena entre José Aldo e Anthony Pettis. Será a quarta edição do Ultimate na capital carioca.

José Aldo (Foto: Antônio Lima/Semdej)José Aldo vai voltar a lutar depois de seis meses (Foto: Antônio Lima/Semdej)

Tanto Aldo quanto Pettis foram campeões no WEC, extinto evento absorvido pelo UFC em 2011. Porém, como a divisão do brasileiro não existia no Ultimate, ele manteve seu cinturão ao fazer a transição para a organização, e o defendeu quatro vezes desde então. Pettis aceitou fazer uma luta antes de encarar o então campeão, Frankie Edgar, e acabou derrotado por Clay Guida, por pontos. Desde então, venceu três combates seguidos e se reposicionou como desafiante número 1 ao cinturão dos pesos-leves, atualmente em posse de Benson Henderson.

Pettis tem 16 vitórias e duas derrotas no cartel. José Aldo, por sua vez, compila 22 triunfos e apenas um revés na carreira, e está invicto em 15 lutas desde 2006.

Demian em ação também

Outra luta confirmada para o evento é o encontro dos pesos-meio-médios Demian Maia e Josh Koscheck. Demian (18-4) vem de três triunfos seguidos desde que estreou na categoria. Koscheck (17-7), participante do TUF 1, perdeu seus dois últimos combates.

Fonte: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2013/05/ufc-oficializa-aldo-x-pettis-e-demian-x-koscheck-para-3-de-agosto-no-rio.html


UFC Rio 4: José Aldo vs Anthony Pettis como luta principal do evento

Após a edição de São Paulo em janeiro, o UFC também tem etapas programadas para o Brasil em Jaraguá do Sul (SC) dia 18 de maio e Fortaleza (CE) dia 08 de junho.

Neste sentido, mais duas edições ainda deverão ser confirmadas para o Brasil em 2013. O Rio de Janeiro deverá ser anunciado como sede do UFC 163 no dia 03 de agosto e Porto Alegre ou Brasília em setembro ou outubro, já falado por aqui desde o ano passado.

Na luta principal da quarta edição carioca do Ultimate, o campeão dos penas José Aldo colocará o seu título em disputa contra o americano Anthony Pettis.

Pettis leva 16 vitórias e 2 derrotas, vindo de recente nocaute sobre o também estadunidense Donald Cerrone no UFC on Fox 6 no dia 26 de janeiro de 2013. Pettis é da categoria de cima (até 70kg), mas o duelo será pela atual categoria do brasileiro.

No outro canto, Aldo defendeu o seu reinado pela quarta vez no UFC 156 no dia 02 de fevereiro, onde superou Frankie Edgar por decisão.  Leva 22 triunfos e apenas uma derrota. Tentará a 16ª vitória consecutiva na quinta defesa de cinturão no UFC.

A luta deverá ser muito dura, mas Aldo é o favorito.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/2013/05/02/ufc-163-tera-jose-aldo-defendendo-o-cinturao-dos-penas/?topo=13,1,1,,10,13


Dana White confirma José Aldo vs Anthony Pettis para Agosto

O presidente do UFC, Dana White, anunciou durante um chat com fãs nesta segunda-feira à noite que o combate entre José Aldo e Anthony Pettis está confirmado. O duelo, que estava ameaçado, segundo ele, pela recusa do brasileiro em colocar seu cinturão dos pesos-penas em jogo, valerá o título. A contrapartida, de acordo com André Pederneiras, técnico do campeão, é que o brasileiro dispute o cinturão dos pesos-leves em seguida.

- Eu tive uma reunião hoje (segunda-feira) com o José Aldo e o Aldo disse: "Vou acabar logo com essa palhaçada. Estão dizendo que eu estou correndo, então eles vão ver quem vai correr de quem na hora! Se vocês gostam de porrada, podem comprar o pay per view do dia 3 de agosto que vocês vão ver isso, porque cabeças vão rolar." Na hora, liguei para o Dana White para confirmar o combate, mas com uma condição: depois dessa luta, o combate vale a disputa de cinturão contra o campeão dos leves - contou Pederneiras ao SPORTV.COM, que espera ainda que o duelo entre os dois aconteça no Brasil.

- Agora vamos sentar e planejar como vai ser o camp, que deve começar daqui a algumas semanas. Essas luta deve ser no Brasil.

Será a segunda luta seguida do brasileiro contra ex-campeões da categoria de cima, o peso-leve (até 70,3kg). Em fevereiro, Aldo derrotou Frankie Edgar, ex-detentor do cinturão no Ultimate, por pontos no UFC 156. Na mesma noite, Anthony Pettis, que foi o último campeão dos leves no extinto WEC e é o atual desafiante número 1 entre os pesos-leves, pediu uma oportunidade contra ele.

O Ultimate gostou da ideia e chegou a anunciar o confronto para agosto, no UFC 163. Porém, no último sábado, após o UFC 157, White revelou à mídia que José Aldo e Dedé Pederneiras estavam resistindo ao combate, pois discordavam que o americano merecesse uma oportunidade direta pelo título à frente de outros lutadores da categoria. O dirigente emitiu uma ameaça à equipe se não aceitasse o combate.

Dois dias depois, nesta segunda, White disse em seu chat que conversou com o agente de Aldo, Dedé Pederneiras, e está tudo acertado.

- A luta entre Aldo e Pettis está fechada. Vai acontecer, em agosto - disse o dirigente.

Pouco depois de divulgar a novidade no chat, Dana White publicou em seu Twitter que o combate estava acertado, e que seria pelo cinturão até 65,8kg. José Aldo também se manifestou.

- Vamos que vamos, ui nego! - escreveu o campeão nas redes sociais.

Tanto Aldo quanto Pettis foram campeões no WEC, extinto evento absorvido pelo UFC em 2011. Porém, como a divisão do brasileiro não existia no Ultimate, ele manteve seu cinturão ao fazer a transição para a organização, e o defendeu quatro vezes desde então. Pettis aceitou fazer uma luta antes de encarar o então campeão, Frankie Edgar, e acabou derrotado por Clay Guida, por pontos. Desde então, venceu três combates seguidos e se reposicionou como desafiante número 1 ao cinturão dos pesos-leves, atualmente em posse de Benson Henderson.

Pettis tem 16 vitórias e duas derrotas no cartel. José Aldo, por sua vez, compila 22 triunfos e apenas um revés na carreira, e está invicto em 15 lutas desde 2006.

Fonte: http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2013/02/apos-polemica-dana-white-confirma-luta-entre-jose-aldo-e-anthony-pettis.html


UFC 156: Dana White libera o VLog dos bastidores de Aldo vs Edgar

Dando sequência em seus vídeos-blog, vlog chamado por ele, Dana White apresenta os bastidores do UFC 156, que contou como luta principal José Aldo vs Frankie Edgar e o histórico combate entre Antonio Pezão vs Alistair Overeem, que no vídeo é exibido por outro ângulo ao lado dos corners do Pezão que mandou aquele palavrão que certamente todos os brasileiros lançaram quando viu o gigante holandês indo pra lona.

No backstage verão ainda o Rogério Minotouro, Rashad Evans e outros atletas que lutaram no evento.


UFC 156: José Aldo mantém cinturão, Pezão nocauteia Overeem, Demian Maia e Minotouro vencem

Brasileiros brilham e garante festa verde e amarela no Mandalay Bay Center em Las Vegas. Em dia de José Aldo, que defendeu o cinturão dos pesos-penas com sucesso, Rogério Minotouro, Antônio Pezão e o brazilian jiu-jitsu Demian Maia fizeram bonito e mostraram quem manda no MMA mundial.

Só deu Brasil em Las Vegas. (foto: reprodução facebook UFC.)

Só deu Brasil em Las Vegas. (foto: reprodução facebook UFC.)

A noite foi dele. José Aldo Júnior fez sua terceira defesa de cinturão do UFC com êxito e com superioridade. Vindo de duas derrotas na divisão dos pesos-leves, Frankie Edgar desceu de categoria e não suportou o duro jogo do brasileiro José Aldo. Em um combate emocionante, com um jogo lá e cá, Aldo e Edgar começaram o combate com bastante respeito, mas na primeira oportunidade, Aldo acertou logo um forte chute na linha de cintura de Edgar e um jab de direita no rosto do rival. Edgar não se intimidou e partiu para o ataque, mas sofre um pesado contragolpe, antes de terminar o round inicial, o desafiante tomou uma “pedrada” de direita de Aldo que explodiu no  nariz e começou a sangrar.

No segundo round, Aldo mais uma vez tomou a dianteira do combate acertando três bons socos na cara do rival. Edgar não acha o brasileiro e tenta a queda, mas também acaba frustrado. Na metade do round, Aldo acerta uma joelhada alta, e o norte-americano vai para o clinch para se manter em pé, mas o desafiante vê o campeão firme e tranquilo no combate, assim como no terceiro round, onde Edgar buscava o chão, tentando quedar Aldo com todas suas armas, e consegue com um double leg, mas Aldo logo se levanta, ficando de costas para Edgar, mas não tinha jeito. Antes do terceiro round acabar Aldo ainda , conecta todos os golpes que tenta e aumenta o sangramento no nariz do rival.

José Aldo não deu chances a Edgar no UFC 156, em Las Vegas. (foto: reprodução).

José Aldo não deu chances a Edgar no UFC 156, em Las Vegas. (foto: reprodução).

Com a vitória praticamente garantida, Aldo praticamente manteve o quarto round, Aldo mantém a tranquilidade mas não abusava mais dos low kicks, e em uma bela oportunidade, Edgar conseguiu mais uma vez pegar as costas do brasiliero levando-o para o chão. O brasileiro bate e se levantada, mas segue cinturado pelo rival em pé e grudado na grade. Aldo se livra, e vai para o quinto e último round sabendo que se precisava apenas terminar o round para permanecer com o cinturão, e foi o que ele fez.  Com o round bem  movimentado, o brasileiro teve que seguir incomodando, e mais calmo, ainda fez uma trocação franca levando o combate para as mãos dos árbitros, e lá não teve outra.  Vitória de José Aldo por decisão unânime dos jurados (49-46, 49-46 e 48-47) mantendo o cinturão da categoria.

SHOW BRASILEIRO.

Quando Aldo chegou para enfrentar Frankie Edgar, os brasileiros Demian Maia, Antônio Pezão e Rogério Minotouro já tinha dado show no octógono. Mas antes, no card preliminar do UFC 156, o potiguar Gleison Tibau fez um duelo bem parelho contra o norte-americano Evan Dunham e não se deu bem, perdeu por decisão dividida. Depois, pelo card principal, o brilho verde e amarelo deus as caras com Demian Maia, que mediu forças contra o americano Jon Fitch. Em uma verdadeira batalha da luta de chão, o brasileiro levou a melhor em suas quedas, sempre caindo nas costas do rival, e passando aproveitando do desequilíbrio de Fitch. Demian fez o dever de casa, não deu chances a Jon Fitch, anulando o wrestling do norte-americano nos três round, e vencendo por decisão unânime dos jurados, emplacando sua terceira vitória na divisão dos pesos-leves.

Nocaute em Overeem rendeu prêmio para Antônio Pezão (Foto: reprodução)

Nocaute em Overeem rendeu prêmio para Antônio Pezão (Foto: reprodução)

Logo depois do show de Demian Maia, Antônio Pezão mostrou que tem a mão mais pesada do Ultimate. O brasileiro parecia que seria dominado pelo gigante holandês Alistair Overeem, parecia. Com mais determinação e alternativas pra cima de Pezão, o holandês tomava conta do primeiro e segundo round. Mas no terceiro round, a estrela de “Bigfoot” brilhou e muito. Pezão começou logo o round encaixando um bom golpe, mas Overeem respondeu derrubando o brasileiro e aí só deu Brasil. Pezão foi encaixando golpes na “lataria” do holandês que tentava prender o brasileiro, que soube sair bem e encaixou um chute na nuca de Overeem e emendou uma sequência incrível de 12 golpes apagando o holandês. No fim, ainda comemora gritando na cara do rival.

”Vamos lá, eu quero mais. Vamos lutar” gritava Pezão que teve que ser retirado pelo árbitro Herb Dean

Após um show de Antônio Pezão, Rogério Minotouro entrou em cena. O Nogueira que ficou quase um ano parado veio para medir forças contra o ex-campeão dos pesos meio-pesados Rashad Evans. O combate foi bem difícil para o brasileiro no inicio, mas o brasileiro conseguiu equilibrar a parada no segundo round, com mais iniciativas, e levando o duelo pro terceiro round, onde dominou totalmente achando bons golpes contra o norte-americano. Com Evans partindo para cima, mas fica no vazio, Minotouo respondia com seu belo jogo de boxe, e ainda antes de finalizar o combate ele acertou um forte chute baixo no final do terceiro round, não deixando os jurados em dúvida. Vitória do brasileiro por decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28).

PRÊMIOS DA NOITE:

Aldo e Edgar protagonizaram a luta da noite no UFC 156. (Foto: reprodução.)

Aldo e Edgar protagonizaram a luta da noite no UFC 156. (Foto: reprodução.)

A noite não podia ser melhor para os “brazucas”. Além de ganhar suas lutas e bem, José Aldo e Antônio Pezão receberam do UFC o prêmio de 50 mil dólares (cerca de 100 mil reais). Para a organização, a luta entre o campeão dos penas, Zé Aldo e o ex-campeão dos leves, Frankie Edgar, foi a melhor entre as 11 do evento de Las Vegas. O nocaute de Pezão no gigante holandês Alistair Overeem, por sua vez, foi eleito o mais bonito do evento. Quem faturou o prêmio de finalização da noite, foi o estreante Bobby Green, que aplicou um bonito mata-leão em Jacob Volkmann.

Confira os resultados da noite:

        CARD PRINCIPAL

  • José Aldo venceu Frankie Edgar por decisão unânime (49 a 46, 49 a 46 e 48 a 47)
  • Rogério Minotouro venceu Rashad Evans por decisão unânime (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28)
  • Antônio Pezão venceu Alistair Overeem por nocaute técnico aos 25s do round 3
  • Demian Maia venceu Jon Fitch por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
  • Joseph Benavidez venceU Ian McCall por decisão unânime (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28)

       CARD PRELIMINAR

  • Evan Dunham venceu Gleison Tibau por decisão dividida (29 a 28, 28 a 29 e 29 a 28)
  • Tyron Woodley venceu Jay Hieron por nocaute aos 36s do round 1
  • Bobby Green venceu Jacob Volkmann por finalização (mata-leão) aos 4m25s do round 3
  • Isaac Vallie-Flagg venceu Yves Edwards por decisão dividida (29 a 28, 28 a 29 e 29 a 28)
  • Dustin Kimura venceu Chico Camus por finalização (mata-leão) a 1m50s do round 3
  • Francisco Rivera venceu Edwin Figueroa por nocaute técnico aos 4m20s do round 2

Fonte: http://newsmma.wordpress.com/


UFC 156: José Aldo vs Frakie Edgar neste sábado e mais 4 brasileiros em ação

Mostrando que o crescimento do MMA no mundo é algo sem volta, no próximo sábado teremos mais uma edição do UFC na Meca do Esporte, a cidade americana de Las Vegas.

Fazendo a luta principal do UFC 156, o brasileiro José Aldo Jr. fará a sua terceira defesa de cinturão da maior organização de mixed martial arts do planeta. Após ter encarado e derrotado Kenny Florian e Chad Mendes, o atleta da Nova União fica frente a frente com o ex-campeão dos Pesos Leves, Frankie Edgar, que faz a sua estreia na divisão dos Penas.

Com 22 lutas em sua carreira, José Aldo só sentiu o gosto amargo da derrota uma única vez, mantendo uma sequência de 14 vitórias, enquanto seu adversário, que vem de duas derrotas consecutivas para o campeão dos Leves Ben Henderson, possui um cartel de 14v-3d e busca a sua reabilitação no UFC com essa disputa de título entre os Penas.

Além de José Aldo, outros quatro brasileiros sobem no octógono do UFC 156: Aldo vs. Edgar. Na co-luta principal da noite, o Meio-Pesado Rogério Minotouro (20v-5d), vindo de vitória sobre Tito Ortiz, duela contra o ex-campeão da categoria Rashad Evans (17v-2d), que vem de derrota para o campeão do peso Jon Jones.

Após ter sido derrotado por Cain Velasques em sua estreia no UFC e conseguido se recuperar sobre Travis Browne, o paraibano Peso Pesado Antônio “Pezão” (17v-4d), que tem em seu cartel uma vitória sobre Fedor Emilianenko, enfrenta o holandês Alistair Overeem, que retorna de suspensão após ter sido flagrado em exame antidoping. Finalizando a presença brasileira no card principal do UFC 156: Aldo vs. Edgar, o paulista Demian Maia (17v-4d) fará a sua terceira luta na divisão dos Meio-Médios. Buscando a terceira vitória consecutiva, Demain terá pela frente o “amarrão” Jon Ficht, que vem de vitória sobre Erick Silva no UFC 153.

No card preliminar, com 17 lutas no UFC Gleison Tibau, após vencer o, também, brasileiro Francisco Massaranduba, tem confronto marcado com Evan Dunham, pela divisão dos Pesos Leves.

Confira o card completo do UFC 156: Aldo vs. Edgar:

Card Principal

Pesos Penas: Brasil José Aldo vs. Estados Unidos Frankie Edgar

Pesos Meio-Pesados: Estados Unidos Rashad Evans vs. Brasil Rogério Minotouro

Pesos Pesados: Países Baixos Alistair Overeem vs. Brasil Antônio Pezão

Pesos Meio-Médios: Estados Unidos Jon Fitch vs. Brasil Demian Maia

Pesos Moscas: Estados Unidos Joseph Benavidez vs. Estados Unidos Ian McCall

Card Preliminar

Pesos Leves: Brasil Gleison Tibau vs. Estados Unidos Evan Dunham

Pesos Meio-Médios: Estados Unidos Tyron Woodley vs. Estados Unidos Jay Hieron

Pesos Leves: Estados Unidos Jacob Volkmann vs. Estados Unidos Bobby Green

Pesos Leves:Bahamas Yves Edwards vs. Estados Unidos Isaac Vallie-Flagg

Pesos Galos: Estados Unidos Chico Camus vs. Estados Unidos Dustin Kimura

Pesos Galos: Estados Unidos Edwin Figueroa vs. Estados Unidos Francisco Rivera

 

Fonte: http://nasgrades.com/