Combate transmite com exclusividade primeiro UFC do ano

O ano novo já começa quente no Combate! Já no dia 3 de janeiro, o UFC 182 traz uma luta muito esperada pelos fãs de MMA: em sua oitava defesa do título dos meio-pesados, Jon Jones encara o desafeto Daniel Cormier. O Combate transmite a primeira edição do UFC em 2015 com exclusividade a partir de 21h45 deste sábado, com o card trazendo ainda feras como Donald Cerrone, Myles Jury e Hector Lombard.

Não é por acaso que o público aguarda ansioso por Jones x Cormier. Vindo de uma série avassaladora de 11 triunfos, o campeão encara um dos únicos adversários capazes de desbancar seu reinado ‑ Daniel Cormier, invicto em 15 lutas no MMA. Os atletas não perdem uma chance de demonstrar que não se gostam e praticamente chegaram às vias de fato em um evento para promover o duelo deste sábado.

A narração do UFC 182 será feita por Rhoodes Lima, com comentários de Kyra Gracie e Luciano Andrade. A correspondente internacional Ana Hissa traz notícias quentes direto da arena, em Las Vegas (EUA). Os assinantes do Combate também podem acompanhar tudo ao vivo pelo Combate Play em computadores, tablets e smartphones: basta baixar o aplicativo ou acessarwww.combateplay.com (disponível de acordo com a operadora).

Confira abaixo as lutas e horários do UFC 182:

UFC 182
3 de janeiro de 2015, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL
Peso-meio-pesado: Jon Jones x Daniel Cormier
Peso-leve: Donald Cerrone x Myles Jury
Peso-médio: Brad Tavares x Nate Marquardt
Peso-mosca: Louis Gaudinot x Kyoji Horiguchi
Peso-meio-médio: Hector Lombard x Josh Burkman
CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Danny Castillo x Paul Felder
Peso-galo: Marcus Brimage x Cody Garbrandt
Peso-pesado: Shawn Jordan x Jared Cannonier
Peso-leve: Evan Dunham x Rodrigo Damm
Peso-meio-médio: Mats Nilsson x Omari Akhmedov
Peso-galo: Alexis Dufresne x Marion Reneau 

SEXTA – 2 de janeiro – Pesagem UFC 182: Jones x Cormier

HORÁRIO: 21h55
NARRAÇÃO: André Azevedo
COMENTÁRIOS: Luciano Andrade

 SÁBADO – 3 de janeiro – UFC 182: Jones x Cormier

HORÁRIO: 21h45
NARRAÇÃO: Rhoodes Lima
COMENTÁRIOS: Kyra Gracie e Luciano Andrade

Site - www.combate.com
Facebook -www.facebook.com/canalcombate
Twitter - @canalCombate   
Instagram - @canalCombateOficial
Youtube -www.youtube.com/canalCombate 
Combate Play – www.combateplay.com


hoje tem Brasil vs Jon Jones no UFC 172

Por Adriano Albuquerque
http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2014/01/glover-teixeira-enfrenta-jon-jones-no-ufc-172-em-26-de-abril-em-baltimore.html

http://www.youtube.com/watch?v=Y9AMziizkRY

Anunciado muitas vezes e adiado em todas, o confronto entre o atual campeão dos pesos-meio-pesados do UFC, Jon Jones, e o brasileiro Glover Teixeira enfim tem data e local oficiais: será em 26 de abril, em Baltimore, no evento principal do UFC 172. A notícia foi publicada primeiro pelo jornal "Baltimore Sun" e confirmada ao Combate.com pela PESAGEM jones vs gloverorganização do evento.
Glover se mostrou bastante feliz com a notícia, após ter o duelo anunciado para o UFC 169, UFC 170 e UFC 171, apenas para vê-lo adiado por causa da recuperação de Jones de uma lesão sofrida em seu último combate, contra Alexander Gustafsson. Na ocasião, o campeão foi testado como nunca antes e ganhou uma contestada decisão unânime. Para o mineiro, "Bones" mereceu o triunfo e, embora sua "aura de invencibilidade" tenha caído, nada mudou em sua mentalidade para enfrentá-lo.

- Foi uma luta boa para os dois ali, mas não olho por esse lado. Para mim, se tivesse ganhado no primeiro round ou se tivesse perdido e eu tivesse de enfrentar o Gustafsson, eu lutaria do mesmo jeito. Você olha que o Jon Jones ficou machucado ali, mas ele mostrou coração, mostrou raça. Na minha opinião, na hora até o Dana White me perguntou quem eu achei que venceu, e eu acho que foi o Jon Jones. Ajudou um pouco, mudou um pouco, mas luta é luta, eu tenho que chegar em 26 de abril e fazer a luta certa - disse Glover Teixeira.

O brasileiro vem numa sequência de 20 vitórias consecutivas, incluindo cinco no UFC. Para acrescentar Jones à lista de vítimas, o lutador não pretende mudar muito seu treinamento.

- Treino na American Top Team com os caras lá mesmo. Estou indo no fim de semana que vem ajudar o Lyoto (Machida) nos treinos para enfrentar o (Gegard) Mousasi, mas não tem muito isso de parceiro de sparring específico para o Jon Jones. Vou treinar com quem tiver lá, treinar duro e forte. Claro que meus treinadores vão ver o que o Jon Jones tem de mais forte e desenhar uma estratégia, mas eu só me preocupo em acordar de manhã cedo e treinar - garantiu o lutador, que reconheceu, porém, que o wrestling e o boxe serão suas chaves para a vitória.

- Com certeza tem que trabalhar tudo, como sempre trabalho, por isso não me preocupo muito com o oponente, porque estou focado em todos os aspectos da luta. Tenho que trabalhar muito meu boxe, que acho que tenho vantagem nisso, e com certeza defesa de queda vai ser muito importante nessa luta. A queda é um ponto forte dele e ele vai com certeza querer me derrubar - afirmou.
http://www.youtube.com/watch?v=j7yf-G2Z_8k
UFC 172
26 de abril de 2014, em Baltimore (EUA)
Jon Jones x Glover Teixeira

Card principal
Jon Jones x Glover Teixeira
Phil Davis x Anthony Johnson
Luke Rockhold x Tim Boetsch
Jim Miller x Yancy Medeiros
Max Holloway x Andre Fili

Card preliminar
Joseph Benavidez x Tim Elliott
Takanori Gomi x Isaac Vallie-Flagg
Jessamyn Duke x Bethe Correia
Danny Castillo x Charlie Brenneman
Chris Beal x Patrick Williams


UFC atualiza Ranking Geral após exclusão de GSP da lista

O UFC atualizou nesta segunda-feira o seu Ranking Geral  (engloba todos os atletas de todas as categorias de peso) e o Brasil conta com José Aldo (campeão dos penas), Anderson Silva e Renan Barão (campeão interino dos galos).

A grande mudança se deu com a exclusão de George St. Pierre da lista (que ocupava a segunda colocação), já que o lutador entregou o seu título dos meio-médios na última sexta, anunciando um afastamento por tempo indeterminado do MMA.

Ronda Rousey divulgação ufc

Com tal fato, todos os lutadores subiram uma posição, com a exceção de Jon Jones que já era o líder. A musa Ronda Rousey, campeão dos galos do UFC, agora aparece pela primeira vez no Ranking.

O critério é o desempenho do lutador ao longo dos eventos e o Ranking é o mais importante do MMA.

Confira o Ranking completo dos 10 melhores do UFC (levando-se todas as categorias de peso):

1- Jon Jones

2- José Aldo

3- Anderson Silva

4– Cain Velasquez

5– Renan Barão

6– Demetrious Johnson

7–  Anthony Pettis

8– Chris Weidman

9– Benson Henderson

10 – Ronda Rousey

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/2013/12/16/ranking-geral-do-ufc-e-atualizado-com-grandes-mudancas/


VÍDEO: Jon Jones e Frank Mir ‘brigam’ após festa na Rússia

Vazou um vídeo de uma câmera de segurança, onde mostra o atual Campeão meio-pesado do UFC, Jon Jones e o ex-Campeão pesado, Frank Mir lutando, eventualmente de brincadeira após uma festa no Maxim Bar, Rússia.

Confira abaixo e veja quem levou a melhor:

Fonte: http://newsmma.com.br/


Jon Jones mira superluta contra Cain Velasquez

Não é segredo para os fãs das artes marciais mistas que o campeão meio pesado do Ultimate Fighting Championship, Jon Jones, pretende subir de categoria de peso. Aos 26 anos, o melhor lutador peso por peso da atualidade voltou a comentar sobre a mudança na carreira e mira um confronto contra Cain Velasquez, número um do mundo até 120kg.

“Acho que isso vai acontecer nos próximos dois anos”, ele disse ao MMA Junkie. “Vou subir para o peso pesado permanentemente. Estou buscando uma superluta mais cedo ou mais tarde, no próximo ano. Eu tenho pensando sobre eu e Cain Velasquez nos enfrentarmos e acho que seria algo muito grande para o nosso esporte. Ele definitivamente é o mais durão da divisão e não é tão grande, então acho que seria uma luta muito interessante, então não se surpreendam se me ver lá mais cedo ou mais tarde”, comentou.


foto: divulgação

Luta contra A. Silva também seria grandiosa para o MMA

Jones, que revelou a intenção de se aposentar com trinta anos, declarou em 2011 que um combate contra Anderson Silva seria grandioso para o esporte. Relembre suas palavras:

“Anderson é um cara que admiro. Espero um grande desafio e para lutar com o Anderson eu teria que fazer uma pesquisa sobre a alma dele porque eu realmente presto muita atenção nele, mas eu teria que olhar além, através dele, e chegar com uma cabeça boa para ter uma luta como essa. Seria uma honra, seria grandioso para o esporte [enfrentar o Anderson]. Mas como disse definitivamente, eu não o diminuo em nada, eu o respeito muito.”

Pergunta aos leitores do blog: Se subir de peso, Jon Jones baterá Cain Velasquez?

Fonte: http://terramagazine.terra.com.br/mmamanoamano/blog/2013/11/25/jon-jones-mira-superluta-contra-cain-velasquez/


UFC 170: Jon Jones vs Glover Teixeira confirmado para Fevereiro

O UFC confirmou hoje (quinta-feira 14, Nov.) oficializando o combate entre o brasileiro Glover Teixeira contra o americano campeão dos meio-pesados Jon Jones no UFC 170, evento que acontece no dia 22 de Fevereiro de 2013.

Dana White sempre promete algumas chances ao título para alguns atletas dependendo de como vencam seus combates, mas nem sempre isso é verdade. Para essa promessa, o presidente do UFC garantiu que se o Glover Teixeira vencesse o Ryan Bader de maneira contundente, o brasileiro estaria credenciado a disputar o cinturão contra o campeão Jon Jones, o que de fato, foi confirmado hoje.

UFC 146: Dos Santos v Mir

Estaria o Glover com seu poder de nocaute pronto para tirar Jones de seu trono impedindo-o de usar suas quedas e cotoveladas na categoria dos meio-pesados?


Jon Jones vs Glover Teixeira em véspera do Super Bowl

Após especulações sobre uma possível revanche entre Jon Jones e o sueco Alexander Gustafsson foi completamente descartada pelo presidente do UFC Dana White. A confirmação veio na noite de quarta-feira que o brasileiro Glover Teixeira receberá a próxima chance de disputar o cinturão, e adiantou que o duelo provavelmente acontecerá em fevereiro, na véspera do Super Bowl, final da NFL, liga profissional de futebol americano.

Glover Teixeira está confirmado como próximo desafiante a Jon Jones (Foto: Montagem/NewsMMA)

Glover Teixeira está confirmado como próximo desafiante a Jon Jones (Foto: Montagem/NewsMMA)

O dirigente fez a revelação ao site americano “Espn.com” na noite de quarta-feira, após o próprio Jon Jones afirmar ao telejornal oficial do Ultimate, “UFC Tonight”, que acreditava ter vencido a luta contra Gustafsson “decisivamente” e que não era preciso uma revanche.

“É isto que o campeão quer. Nós provavelmente faremos esta luta no card do Super Bowl, em Nova Jersey” disse White.

Fonte: http://newsmma.com.br/dana-white-confirma-combate-jon-jones-glover-teixeira/


Renan Barão afirma: “Sou, sim, o lutador a ser batido da divisão”

Campeão interino do peso galo do UFC, Renan Barão acredita ser, na verdade, mais do que isso. Acredita ser o real detentor do cinturão da categoria, até porque o campeão linear, Dominick Cruz, está afastado do octógono há um bom tempo - quase dois anos. "Acho que eu sou sim o lutador a ser batido da divisão", afirmou Barão durante a conferência realizada na tarde de hoje (10) sobre o UFC 165, marcado para 21 de setembro, em Toronto, no Canadá, e quando o potiguar vai defender pela segunda vez o cinturão interino da categoria, desta vez, contra o americano Eddie Wineland.

renan barao eddie wineland

“Dominick Cruz está afastado há dois anos, e sem desrespeitá-lo, eu me considero o campeão da categoria. Esta vai ser a segunda vez que eu defendo o cinturão de forma interina, mas eu me considero o campeão linear. Com certeza, eu sou o cara a ser batido”, declarou Renan Barão, ressaltando que, apesar dessa situação com o Dominick Cruz, tem se concentrado na luta contra o americano Eddie Wineland, considerado o quarto no ranking oficial da categoria.

Até porque, para Barão, a definição sobre quem realmente tem o cinturão oficial cabe ao UFC. Melhor para o brasileiro que Dana White, presidente da organização, dá demonstrações de que a indefinição na categoria não vai continuar por muito tempo. “Espero que esse cinturão interino esteja em disputa pela última vez. Esperamos que Dominick Cruz volte no começo do ano que vem. Se ele não puder, aí teremos de tomar uma decisão”, afirmou Dana White durante a conferência.

De qualquer forma, contra Eddie Wineland, Renan Barão fará a segunda defesa de cinturão. No início do ano, ele venceu o também americano Michael McDonald, por finalização no quarto round e, em julho do ano passado, conquistou o titulo de campeão interino da categoria após vencer, por decisão unanime, Urijah Faber.

Inicialmente, a luta contra Eddie Wineland estava prevista para julho, contudo, uma pequena lesão obrigou o brasileiro a suspender os treinos e, consequentemente, adiar a defesa do cinturão. “Essa lesão só me deu mais vontade de voltar a lutar e fazer o meu trabalho”, afirmou Barão.

Renan Barão vs Eddie Wineland será a penúltima luta do UFC 165. O confronto que fecha o evento ocorre entre os pesos meio-pesados Jon Jones e Alexander Gustafsson.

 

UFC 165

21 de setembro de 2013, em Toronto (CAN)

CARD PRINCIPAL

Jon Jones x Alexander Gustafsson

Renan Barão x Eddie Wineland

Brendan Schaub x Matt Mitrione

Costa Philippou x Francis Carmont

Pat Healy x Khabib Nurmagomedov

CARD PRELIMINAR

Mike Ricci x Myles Jury

Ivan Menjivar x Wilson Reis

Chris Clements x Stephen Thopmson

Mitch Gagnon x Dustin Kimura

John Makdessi x Renée Forte

Jesse Ronson x Michel Trator

Roland Delorme x Alex Caceres

Nandor Guelmino x Daniel Omielanczuk


UFC 159 Videos: Assista Jon Jones vs Chael Sonnen e demais lutas

Fazendo sua quinta defesa de títulos, igualando ao Tito Ortiz, Jon Jones passou o carro ontem em Chael Sonnen e que por pouco o falastrão não sairia vitorioso devido a uma lesão do campeão, notada quando a luta já tinha dada como encerrada.
Sem mais delongas, abaixo você confere as lutas disponíveis na internet. Não deixe pra depois pois em breve as lutas serão removidas dos servidores.

UFC 159 Videos


UFC 159: Jon Jones passeia em Chael Sonnen mas por pouco não perde o título

Jon Jones - Getty Images
Jon Jones - Getty Images

O campeão saiu de pé quebrado, com o dedo quase partido ao meio e um rasgo profundo num claro sinal de que ali houve uma fratura no osso. A cena feia contrastava com o sorriso largo de Jon Jones, enquanto o cinturão dos meio-pesados era enrolado em seu quadril pela sexta vez. A vitória de há pouco contra Chael Sonnen representa a quinta defesa de título de Jones, o que o torna recordista de defesas de cinturão até 93kg empatado com o aposentado Tito Ortiz.

Foi uma surra. Jones arremessou Sonnen no octógono sucessivas vezes como se fosse um boneco de pano na mão de um menino grande. No chão, o campeão desferiu uma saraivada de cotoveladas e socos até a interrupção do árbitro a pouco mais de 30 segundos do fim da round 1. Um massacre, mas Sonnen não estava nocauteado e poderia ter seguido para mais um round. Muita gente está de nariz em pé para a interrupção do árbitro e isso ainda dará no que falar.

Ao fim do combate, Jones mostrou para as câmeras seu dedo fraturado. Até ali, ninguém tinha notado que o campeão estava lesionado. A fratura certamente lhe teria custado o título caso o combate seguisse por mais cinco minutos. Jones não soube explicar o que provocou a lesão. Foi num momento em que ele tentava controlar Sonnen no chão pouco antes de lançar a sessão de golpes que lhe deu a vitória. Não fiquem surpresos se Sonnen se queixar que poderia ter lutado mais e que o resultado lhe seria favorável se o árbitro não tivesse parado a luta. E de fato seria. Mais 30 segundos e, certamente, ele venceria por interrupção médica com um nocaute técnico no cartel.

Depois do evento, Jones participou de 10 minutos da coletiva de imprensa e seguiu para o hospital onde checará a gravidade da lesão.

O UFC 159 foi um evento meia boca. Desde o card preliminar, até a maioria do card principal, poucas lutas empolgaram. O esperado duelo entre Michael Bisping vs Alan Belcher foi sonolento e em marcha lenta. Bisping se valeu de socos certeiros, mas sem contundência, para pontuar por 15 minutos até ser decretado vencedor na decisão dos árbitros. Vaias ecoaram no ginásio em Newark, New Jersey. Os dois tinha trocado insultos e previsto um combate aguerrido, mas ficaram devendo. Bisping prometeu tatuar a bandeira da sua pátria inglesa no peito, mas depois dessa vitória insossa não falou mais no assunto. Ele está próximo de uma disputa de cinturão na divisão dos médios (84kg) que tem como campeão Anderson Silva. "Meu objetivo é lutar pelo cinturão e seguir melhorando", comentou Bisping na coletiva de imprensa depois do evento.

Um dos poucos momentos em que toda platéia se contagiou com o UFC 159 foi quando o pançudo Roy Nelson partiu para cima do francês Cheick Congo e o apagou com uma bomba certeira no queixo e mais uma pedrada no chão. O nocaute da noite,  que lhe rendeu mais 65 mil dólares! O gordinho mais boa praça do UFC foi ovacionado pela torcida. É um dos melhores pesados do MMA há anos e provou isso mais uma vez. Está próximo de uma disputa de título. Segundo o patrão Dana White, ele pode enfrentar Mark Hunt antes de ser lançado ao cinturão. Hunt enfrenta Junior Cigano daqui a um mês.

único brasileiro no card, Vinny Magalhães prometeu finalizar Phil Davis em 10 segundos, mas em 10 segundos ele já parecia derrotado. Intimidado pelos socos do rival, Vinny não conseguiu impôr seu jogo de jiu-jitsu em momento algum e parecia lutar para perder por pontos. Não está no nível dos tops meio-pesados e isso ficou claro.

A surpresa da noite foi a estréia de Pat Healy que apagou Jim Miller no round 3 com um estrangulamento para barrar as pretensões do rival de disputar o título dos leves. Foi a melhor luta da noite e a melhor finalização. Pat lucrou 130 mil dólares extras e Miller 65 mil.

O UFC 159 marcou a terceira luta feminina da história do evento. Foi um dos melhores momentos da noite. A americana Sara McMann detonou a jovem alemã Sheila Gaff em poucos minutos. Nocaute técnico na base de socos e cotoveladas lançadas numa posição em que Gaff ficou indefesa com um dos braços presos pelas pernas da rival. Massacre. Assim como a campeã peso-galo Ronda Rousey, Sara está invicta com sete vitórias e tem na bagagem uma olimpíada. O caminho das duas deve se cruzar este ano.

Melhores momentos do UFC 159:

CARD PRINCIPAL
Jon Jones venceu Chael Sonnen por nocaute técnico aos 4m33s do primeiro round
Michael Bisping venceu Alan Belcher por decisão técnica
Roy Nelson venceu Cheick Kongo por nocaute aos 2m03s do primeiro round
Phil Davis venceu Vinny Magalhães por decisão unânime
Pat Healy venceu Jim Miller por finalização (mata-leão) aos 4m02s do terceiro round

CARD PRELIMINAR
Rustam Khabilov venceu Yancy Medeiros por nocaute técnico (interrupção médica) aos 2m32s do primeiro round
Ovince St. Preux venceu Gian Villante por decisão técnica majoritária
Sara McMann venceu Sheila Gaff por nocaute técnico aos 4m06s do primeiro round
Bryan Caraway venceu Johnny Bedford por finalização (guilhotina) aos 4m44s do terceiro round
Cody McKenzie venceu Leonard Garcia por decisão unânime
Steven Siler venceu Kurt Holobaugh por decisão unânime

 

A fratura no dedo do pé do campeão meio-pesado Jon Jones é a imagem que marcará o UFC 159. Dois combates nesse evento acabaram mais cedo por conta de dedadas no olho. E a luta principal terminou em vitória de Jones, mas custou a ele um dedão do pé quebrado. Não se sabe ainda quanto tempo Jones ficará na geladeira para se recuperar da lesão.

Depois da vitória, Jones participou de apenas 10 minutos da coletiva de imprensa pós-UFC 159 e seguiu para o hospital. De importante, ele disse que o árbitro demorou para interromper o combate, descartou enfrentar Lyoto Machida, chamou Anderson Silva de maior nome do MMA e ouviu do patrão Dana White que teria sido derrotado por interrupção médica se tivessem notado a fratura antes da vitória ser consumada a 30 segundos do fim do round 1. Palavras de Jones:

- Achei que poderiam ter parado a luta até um pouco antes. O lutador sempre acha que sabe a hora de parar, mas eu achei que ali já tinha passado (da hora).

- Eu não me permitiria parar por causa da lesão e creio que meus treinadores também não. (Nesse momento Dana White vira para Jones e garante que a luta seria interrompida pelos médicos ao fim do round 1). "Isso é um fato", garantiu o dono do UFC. "Obrigado por ter esclarecido", respondeu em tom de ironia, Jones.

- Não posso esquecer o que Anderson fez no octógono. Eu nunca desrespeitaria o que Anderson Silva tem feito. Eu estou celebrando o meu segundo ano como campeão, e ele vem fazendo isso há seis anos. Isso é fenomenal. Ele é um ícone e ainda é o meu ídolo.Tenho que reconhecer isso (que Anderson é o maior).

- Já lutei contra o Lyoto Machida antes... Não acho que seja a hora de lutar com o Machida de novo.

Palavras de Sonnen na coletiva:

- Ele (Jones) é mais forte, é difícil para mim elogiar o Anderson Silva. O Anderson durou quase uma luta toda e o Jones foi rapidinho.

- Jones e Anderson deveriam ligar para Dana White e implorar para lutar um contra o outro. Para mim, são dois covardes. No mundo da luta, se você não quer lutar, não levante a mão. (Nessa hora Dana diz que Anderson ligou para ele hoje pedindo por uma luta, mas sem revelar qual seria).

Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/mma/