Cro Cop: O respeito que tinha pelo Fedor acabou

Acabou o respeito que Mirko Filipovic tinha por Fedor Emelianenko. O veterano lutador croata enfrentaria Aleksander Emelianenko em Moscou, mas uma acusação de agressão a um idoso impediu a reedição do combate realizado no PrideFC, onde “Cro Crop” venceu por nocaute.

fedor4

De acordo com o ex-campeão do torneio do Pride, Fedor teria feito críticas à continuação de sua carreira nas artes marciais mistas e ele reagiu dizendo que falaria o que fosse na cara do lendário peso pesado, em vez de tecer comentários por meio de publicações. Cro Cro e Fedor são dois dos maiores ícones do esporte em todo o mundo e se enfrentaram em um dos maiores clássicos da história, com vitória do russo.

Confira o desabafo do veterano de trinta e nove anos compartilhado em sua página oficial no facebook (traduzido pelo site Middle Easy):

“Fedor fez comentário sobre mim e hoje eu li um comentário do eminente irmão dele. É pouco dizer que eu verdadeiramente respeitava e gostava de ambos desde o tempo em que nós lutamos juntos no Japão, mas aquele respeito agora acabou. Alexander, que provavelmente causou todo o escândalo e corajosamente espancou um homem de 63 anos, de maneira que ele não tem de entrar no ringue comigo. Não vou comentar muito porque esse esporte tem frequentemente sido visto com menos importância por causa de caras como ele, e além disso, ele não merece muito comentário.”

“Mas o Fedor foi um grave desapontamento. Se o Fedor lutasse na minha cidade, eu iria ao hotel dele, o levaria para jantar fora e conversaria, e se tivesse de dizer a ele algo, eu diria na frente dele e não em jornais. Afinal de contas, nós somos sangramos juntos nos ringues japoneses e fizemos uma luta que muitos consideram a melhor da história no MMA. Ele não só não teve a audácia de dizer ‘olá’ mesmo antes da luta no vestiário, como comentou que eu sou isso e aquilo. Esse não foi o Fedor que conheci.”

“Cada uma das derrotas dele foram duras para mim como se fossem minhas e esse mesmo homem então diz publicamente que não sabe o que me mantém lutando, que não estou em forma e coisas desse tipo. Todo mundo tem o direito de opinião, mas enquanto eu estiver derramando o meu próprio sangue, sofrendo tortura e dor, a decisão é minha. É da minha conta quanto tempo eu lutarei e o porquê de eu lutar.”

Cro Cop foi finalizado por Alexey Oleinik mas ficou feliz por ter quebrado o bloqueio que tinha em relação à luta agarrada. Ele chegou a tentar uma guilhotina e depois partiu para a tentativa de finalizar no triângulo, mas não foi capaz de finalizar a luta, apesar de ter encaixado o golpe com as duas pernas. Mirko venceu apenas uma das cinco últimas lutas que fez e deixou o UFC há dois anos, após ter perdido três lutas consecutivas.

Fonte: http://terramagazine.terra.com.br/mmamanoamano/blog/2013/11/20/cro-cop-o-respeito-que-tinha-pelo-fedor-acabou/


Fedor Emelianenko admite chance de uma superluta contra Brock Lesnar

Menos de uma semana após anunciar a sua aposentadoria do MMA, o mito Fedor Emelianenko, tido por muitos o maior lutador peso-pesado de MMA de todos os tempos, admitiu que pode reconsiderar sua decisão caso haja uma boa proposta por uma luta interessante. Há rumores de que Fedor poderia ter recebido uma sondagem para fazer uma superluta contra o americanoBrock Lesnar, ex-campeão dos pesos-pesados do UFC e um dos principais nomes do WWE, a luta livre coreografada dos EUA. Um dos líderes de popularidade nos EUA, alavancando as vendas de pacotes de pay-per-view do UFC no país, Lesnar seria a garantia de uma grande audiência, que somada à volta de Fedor para uma possível última luta na carreira, poderia convencer o russo a adiar sua saída dos octógonos.

- Não estou prometendo nada, mas tudo é possível. Na verdade, eu sei que ainda me perguntarão muitas vezes se pretendo voltar a lutar, e isso não me incomoda. Acho que, com o tempo, as pessoas vão aceitar a minha decisão. Os fãs não devem ficar decepcionados com a minha decisão de parar. Agradeço a todos que me apoiaram. Hoje eu digo que minha hora chegou, porque tenho filahs, e elas estão crescendo longe de mim. Para um pai como eu, que coloca a família sempre em primeiro lugar, isso é muito difícil. Na verdade, gostaria que a Rússia formasse novos astros do MMA - disse Emelianenko ao site "MMAMania".

Os rumores sobre uma luta entre Fedor e Lesnar começaram quando o site da organização que detinha os direitos das lutas do russo, a M-1 Global, foi hackeado com uma notícia falsa de que a luta entre os dois gigantes estaria confirmada. A partir daí, especulou-se que o duelo poderia realmente acontecer, caso houvesse uma boa proposta para os dois lutadores. Um entrave à realização da luta seria o contrato de Lesnar com o UFC. O ex-campeão foi liberado para voltar ao WWE, mas comenta-se que ele possui algumas lutas para disputar pela organização, e não poderia fazer qualquer luta de MMA por outra empresa, ou sem o consentimento do UFC.

Fonte: http://sportv.globo.com/site/eventos/combate/noticia/2012/06/fedor-emelianenko-admite-chance-de-uma-superluta-contra-brock-lesnar.html


Fedor Emelianenko poderá encerrar a carreira após a luta com Pedro Rizzo

Por Pedro Pinheiro, Colaborador do blog MMA Mano a Mano

A lendário peso pesado Fedor Emelianenko declarou durante conferência  de imprensa que a luta contra Pedro Rizzo, que acontecerá no dia 21 de junho, em St. Petesburgo, poderá ser a última de sua gloriosa carreira.

"Eu acho que é hora de pensar nisso", disse Emelianenko. "Essa luta poderá ser a minha última". O russo considera o veterano brasileiro um dos lutadores mais pesados do mundo e tem estudado seu jogo para não ser surpreendido: “Eu tenho estudado as lutas do Pedro e tenho muito respeito por ele. Ele é um lutador de uma grande maturidade, e já derrotou muitos dos atletas mais fortes do mundo”.

Pedro Rizzo (37) registra dezenove vitórias e nove derrotas em seu cartel no MMA, incluindo vitórias sobre Mark Coleman, Dan Severn, Josh Barnett e Andrei Arlovski. O especialista em Muay Thai conquistou os cinturões das organizações UAFC e IFC e venceu suas últimas três lutas.

Fedor Emelianenko (35) sagrou-se campeão do Pride e da WAMMA e se manteve invicto por quase uma década e recebeu o apelido de "O Último Imperador" por este feito. Após ter sofrido derrotas para os brasileiros Fabrício Werdum e Antonio Silva, e para o norte-americano Dan Henderson, todas no Strikeforce, Fedor reencontrou o caminho das vitórias sobre Jeff Monson e Satoshi Ishii.

Em tempo No Brasil, esta luta será transmitida ao vivo pelo canal Esporte Interativo.


Fedor Emelianenko encara o duríssimo Pedro Rizzo em Junho na Russia

Considerado por muitos como o melhor da história do MMA, o russo Fedor Emelianenko irá medir forçar com o brasileiro e lendário Pedro Rizzo.

O duelo foi anunicado faz poucos minutos e está programado para o dia 21 de junho no Ice Palace em St. Petersburg, Russia.

A luta será válida pela divisão dos pesados e promete ser de pura trocação, tendo em vista que os dois lutadores figuram entre os melhores na luta em pé de todos os tempos.

Fedor, em sua última batalha, nocauteou o japonês Satoshi Ishii no Dream do dia 31 de dezembro de 2011.

Emelianenko nasceu no dia 28 de setembro de 1976 e tem um cartel com 33 vitórias, 4 derrotas e um N/C (sem resultado, ocorrido no dia 15 de agosto de 2004 na final do torneio dos pesados do Pride, onde o brasileiro Rodrigo Minotauro acertou uma cabeçada acidental).

Fedor Emelianenko é um lutador proveniente do Sambo (arte popular na Rússia) e é completo.

Possui um boxe afiadíssimo, trabalhando, como poucos, a linha de cintura de seus oponentes, além de possuir uma das maiores forças da história do esporte.

O russo já venceu nomes como: Ricardo Arona, Renato Babalu, Rodrigo Minotauro (2 vezes), Mirko Cro Cop, reinando absoluto nos tempos do Pride.

Fedor, apesar de não possuir um físico atlético, torna-se um dos lutadores mais temidos, sendo muito mais forte do que a grande maioria de seus gigantes e mais altos oponentes.

Pedro Rizzo, por sua vez, agora terá a chance de uma projeção incrível para sua carreira.

Rizzo, conhecido nos primórdios do UFC, tendo realizado duelos históricos com Mark Coleman, Randy Couture, Dan Sever, Tank Abbott, dentre outros.

O brazuca exibe um cartel com 19 triunfos e 9 rfacassos, vindo de nocaute sobre o lendário americano Ken Shamrock no Impact FC 2 no dia 18 de julho de 2010.

Agora é esperar pela incrível luta.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/?topo=13,1,1,,10,13


Fedor Emelianenko vs Rolles Gracie pode acontecer em Junho

Fedor Emelianenko lutará em Junho em sua terra, Rússia, contra alguém que ainda não está certo, mas um nome surgiu como um potencial adversário, Rolles Gracie, para enfrentar o russo no dia 21 em St. Petersburg.

Fedor Emelianenko
Fedor Emelianenko

Encabeçando a lista dos possíveis adversário, o faixa preta e aluno da lenda Renzo Gracie, Rolles Gracie tem um card de 6v-1d, e após uma estreia infeliz no UFC, onde teve sua única derrota, Rolles está com três vitórias seguidas e em sua última luta no One FC, acabou sua luta contra Bob Sapp ainda no primeiro round depois de uma sequência de socos.

Adicionando várias peças em seu jogo, o Gracie vem treinando fortemente seu boxe com Mark Henry, responsável pelo treinamento de boxe do ex-campeão dos pesos leves Frankie Edgar, um dos tops da categoria.

"Eu quero que meu boxe fique tão bom que as pessoas queiram lutar comigo no chão." disse Rolles Gracie em entrevista ao site MMAWeekly.com.

Agora é só aguardar a confirmação oficial se o Gracie realmente lutará com o maior campeão peso pesado que já existiu no mma, o último imperador, Fedor Emelianenko.


Fedor diz que pra lutar com os melhores, deve ir para os EUA e reconhece poder do UFC

Fedor Emelianenko retornará aos ringues no mês de junho ou julho em local ainda a ser definido. O russo disse em entrevista à uma TV de seu país que gostaria de lutar perante os compatriotas novamente mas reconhece que a organização mais influente e poderosa, o UFC, está na América, e que portanto, para encontrar os melhores lutadores, terá que viajar para os Estados Unidos.

Fedor declarou que o único lutador com quem não gostaria de lutar é o americano Josh Barnett, de quem tem sido amigo durante muitos anos. O russo por três vezes esteve por enfrentar o finalista do grand prix do Strikeforce mas a luta nunca ocorreu por motivos ‘extra-ringue’.

Emelianenko, que também é conhecido como O Último Imperador, foi questionando acerca da próxima disputa do cinturão da categoria peso pesado do Ultimate Fighting Championship entre Junior dos Santos e Alistair Overeem e se limitou a dizer que ambos estão entre os mais fortes nesse peso no momento.

O ex-número 1 do mundo até 120kg comentou o boato que surgiu nos Estados Unidos sobre uma suposta luta contra Cain Velasquez. Fedor disse que não há negociação no momento mas que talvez no futuro algo mais claro possa surgir nesse sentido.

O russo encerrou dizendo que está interessando em assistir as apresentações dos cinco melhores de sua divisão no UFC e citou Josh Barnett, Mirko Cro Cop, os irmãos Nogueira e Randy Couture como as personalidades que mais contribuíram para o desenvolvimento do MMA.

O UFC tentou de todas as formas contratar o russo há alguns anos, mas a M-1 Global – empresa que gerencia a carreira do veterano – não aceitou a proposta de Dana White, que ofereceu quantia aproximada de cinco milhões de dólares por luta e disputa imediata do cinturão do Ultimate.

A M-1 Global recusou a generosa oferta e declarou à época que só negociaria com os americanos se estes aceitassem realizar co-promoção de eventos. Dana White comentou a recusa ao site MMAFighting.com em agosto do ano passado.

“Em 2005, fomos e fizemos uma oferta louca para que ele viesse ao UFC e provasse ser o melhor do mundo, e eles disseram não. Ninguém com mente sã descartaria aquele acordo. Mas eles negaram porque eles não queriam lutar aqui”.

“E se vocês [os russos] realmente negaram por causa da co-promoção, vocês destruíram um cara que podia ter vindo e provado que era o melhor. Estávamos dispostos a fazer qualquer coisa pra aquele acordo acontecer. Eu voei para uma porcaria de ilha no meio do nada e fiz tudo o que eles pediram, e fomos por nada porque eles literalmente não queriam fazer o acordo”, disse exaltado.

Dana White riu por último já que Fedor passou perdeu a invencibilidade de vinte e oito lutas quando atuou no Strikeforce. Fabrício Werdum se consagrou como o primeiro homem a finalizá-lo. Na luta seguinte, Antonio Pezão bateu no russo a ponto dos médicos não terem permitido seu retorno para o terceiro round daquela luta e Dan Henderson sacramentou a terceira derrota consecutiva com um incrível nocaute.

Perguntas aos leitores do blog: Fedor estaria cogitando a hipótese de lutar no UFC? Vocês ainda gostariam de ver Fedor Emelianenko lutar no UFC?

Fonte: http://manoamano.blog.terra.com.br/


DREAM Video: Fedor nocauteia Satoshi e Bibiano é campeão

A virada de ano no Japão foi a base de muito MMA. Em Tóquio, foi promovido o último DREAM de 2011. Ao todo, 17 confrontos foram travados, alguns deles nas regras do kickboxing e pro-wrestling. Um torneio peso galo (61kg) também foi disputado. O campeão foi o brasileiro Bibiano Fernandes que venceu duas lutas na mesma noite para levar o título. No duelo principal, o ícone russo Fedor Emelianenko não deu chances para o judoca campeão olímpico Satoshi Ishii. O japa desistiu do combate em menos de 3 minutos depois de ser atingido por alguns poderosos golpes de Fedor. Apesar de não ter sido nocauteado, Satoshi se apavorou e não se levantou mais depois de ser atingido por um direto no rosto.

Fedor apenas cumpriu com a obrigação de bater com facilidade um oponente bem mais leve e inexperiente. Se a luta tivesse sido parelha, mesmo que ele vencesse o resultado seria visto como uma mácula na carreira quase impecável do russo. Ele agora chega a duas vitórias seguidas depois de uma sequencia de três derrotas.

Veja a luta de Fedor:

Como foi o DREAM:

Resultados (MMA)
Luta principal: Fedor Emelianenko venceu Satoshi Ishii por nocaute técnico aos 2:29min do 10 round
Cinturão dos leves: Shinya Aoki venceu Satoru Kitaoka por decisão unânime
Cinturão dos penas: Hiroyuki Takaya venceu Takeshi "Lion" Inoue por decisão unânime

GP dos galos:
Semifinal:
Bibiano Fernandes venceu Rodolfo Marques por decisão unânime
Antonio Banuelos venceu Masakazu Imanari por decisão dividida
Final:
Bibiano Fernandes venceu Antonio Banuelos por nocaute técnico a 1:21min do 1 round

Lutas casadas:
Megumi Fujii finalizou Karla Benitez com chave de braço a 1:15min do 1 round
Tatsuya Kawajiri finalizou Kazuyuki Miyata com triângulo aos 4:54min do 2 round
Hayato "Mach" Sakurai venceu Ryo Chonan por decisão unânime
Luta reserva do GP do peso galo:
Yusup Saadulaev nocauteou Hideo Tokoro com um slam os 42s do 1 round

Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/mma/


Fedor Emelianenko vs. Satoshi Ishii para fechar 2011

O russo Fedor Emelianenko medirá forças com o japonês e judoca olímpico Satoshi Ishii.

O duelo será a luta principal do Dream (que é um evento de MMA japonês, bem no estilo do extinto Pride) no dia 31 de dezembro no Saitama Super Arena em Saitama, Japão.

O russo possui um cartel com 32 vitórias, 4 derrotas e um N/C (sem resultado, ocorrido no dia 15 de agosto de 2004 na final do torneio dos pesados do Pride, onde o brasileiro Rodrigo Minotauro acertou uma cabeçada acidental).

Após amargar três derrotas consecutivas,  Fedor Emelianneko conseguiu uma boa vitória em sua última luta, onde venceu o norte-americano Jeff Monson por decisão dos jurados no M-1 Global que se realizou na Russia no dia 20 de novembro de 2011.

Aliás, o russo reinou absoluto na divisão dos pesados, onde permaneceu invicto por quase dez anos, sendo total destaque nos tempos do MMA e do Pride.

Noutro turno, o japonês Satoshi Ishii leva como experiência 4 triunfos, um revés e um empate no MMA, sendo que em seu último compromisso acabou empatando com o brazuca Paulão Filho no AFC - Amazon Forest Combat 1 no dia 14 de setembro de 2011.

O Dream é feito nos moldes do extinto Pride, em uma arena com capacidade para mais de 70 mil espectadores, com grandiosa estrutura, com um show de telões e luzes só visto no saudoso e inesquecível Pride.

Confira o card do evento, sujeito a alterações:

- Fedor Emelianenko vs. Satoshi Ishii;

- Shinya Aoki vs. Satoru Kitaoka (pelo título dos leves);

- Hiroyuki Takaya vs. Takeshi Inoue (pelo título dos penas);

- Masakazu Imanari vs. Antonio Banuelos (semifinal torneio galos);

- Bibiano Fernandes vs. Rodolfo Marques Diniz (semifinal torneio galos);

Final do Torneio dos galos;

- Hideo Tokoro vs. Yusup Saadulaev (luta reserva torneio galos);

- Tatsuya Kawajiri vs. Kazuyuki Miyata;

- Hyato  Sakurai vs. Ryo Chonan;

- Megumi Fujii vs. Karla Benitez;

- Yuichiro Nagashima vs. Katsunori Kikuno;

- Kazuyuki Fujita vs. Peter Aerts (Pro Wrestling).

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/2011/12/21/fedor-emelianenko-vs-satoshi-ishii-no-dia-31-de-dezembro/?topo=77,1,1


Brasileiro se nega a treinar lenda do MMA de graça

Vinny Magalhães
Vinny Magalhães

Maior peso-pesado da história do MMA, o russo Fedor Emelianenko foi pego de surpresa pela recusa do brasileiro Vinny Magalhães em ajudá-lo a se preparar para seu próximo desafio, quando encara Jeff Monson no dia 20 de novembro, na Rússia.
Especialista no jogo de chão, asssim como Monson, Magalhães alegou, em entrevista ao site bloodyelbow, que ainda estaria aberto a negociações, mas, ao contrário do que lhe foi oferecido, apenas se recebesse para tal.

- Nada chegou até mim, mas meu empresário negociou com eles [equipe de Fedor] e, a princípio, acertou de eu ajudá-lo nos treinos. Mas, na hora de eu viajar, disseram: “Muitos caras treinam com Fedor de graça, porque ele é um lenda ". Mas eu tenho que pagar contas. Meu filho está com três meses de idade, não posso treinar de graça.

Enquanto não é convocado para um novo confronto, o brasileiro segue dando aulas de jiu-jitsu na academia de Randy Couture, em Las Vegas, onde, de acordo com o atleta, retira seu ganha pão.

- Se eles não pagarem, não vou. Se eu estiver trabalhando na [academia] Xtreme Couture, não darei minhas aulas. Não posso deixar minha família assim, tenho que ser recompensado. Mas espero que possamos negociar.

Com ou sem Magalhães, Fedor encara o novo desafio com a “faca no pescoço”, já que foi derrotado em suas três últimas apresentações, perdendo uma invencibilidade de dez anos no MMA. Período em que se consagrou no esporte ao bater nomes como Rodrigo Minotauro, Mirko Cro Cop, Mark Coleman e e Kevin Randleman.

Fonte: http://esportes.r7.com/mais-esportes/noticias/brasileiro-se-nega-a-treinar-lenda-do-mma-de-graca-20111015.html?question=0
Foto: Sherdog


UFC 139: Mauricio Shogun vs Dan Henderson

O MMAWeekly.com noticiou que Dan Henderson e Maurício Shogun concordaram verbalmente em se enfrentar no UFC 139, dia 19 de novembro, em luta que provavelmente será a principal do evento que anteriormente seria protagonizado pelo duelo entre os pesos pesados Cain Velasquez e Junior dos Santos, que foi antecipado para o dia 12, com transmissão da FOX.

Dan Henderson retorna ao Ultimate Fighting Championship após incrível sequência de vitórias no Strikeforce. O veterano de 41 anos de idade nocauteou Renato Babalu Sobral e Rafael Feijão, sendo que o último triunfo lhe conferiu o título de campeão meio-pesado da organização. Sua trajetória no Strikeforce chegou ao ápice com o nocaute técnico sobre Fedor Emelianenko, dia 30 de julho.

Já Maurício Shogun retornou ao octógono no UFC Rio, dia 27 de agosto. O lutador enfrentou Forrest Griffin, que o havia derrotado quando estreou na organização presidida por Dana White. Shogun provou que os treinos com Rafael Cordeiro foram eficazes e nocauteou o americano no primeiro round para delírio do público presente à HSBC Arena.

Fonte: http://manoamano.blog.terra.com.br/