UFC 173: TJ Dillashaw atropela Renan Barão e é o novo campeão da categoria galo

Em uma apresentação impecável, o atleta da Alpha Male Team TJ Dillashaw tirou a invencibilidade de 9 anos e 33 vitórias do brasileiro Renan Barão de forma incontestável.

Após 4 rounds de luta intensa, no último assalto o brasileiro só teria uma chance de ganhar a luta, uma vez que o americano dominou todos os rounds anteriores. Renan Barão não conseguiu impor seu ritmo em cima do TJ que não parou nem um segundo até conseguir um belo chute de esquerda na cabeça do brasileiro, que sentiu o golpe e na sequencia, o americano continuou com socos até Barão cair e no ground and pound, o juiz interromper a luta.

tj cinturao

Na penúltima luta da noite, Daniel "DC" Cormier não quis saber de conversa e não deu brechas ao coroa casca grossa Dan Henderson, que foi sacodido algumas vezes em belíssimas quedas do Daniel, que treina diariamente com o campeão peso pesado, Cain Velazques. Após três rounds de completo atropelo, Daniel Cormier conseguiu impor seu wrestling de primeira linha, conseguindo encaixar um estrangulamento pelas costas do Hendo, que apagou.

cormier hendo

Após a luta em entrevista Cormier desafiou o campeão do meio pesado, Jon Jones:

- Jon Jones você não pode fugir de mim. Você me evitou no torneio de wrestling, mas não importa onde esteja, vou atrás de você. Eu vou colocar Jon Jones no chão e vou ganhar. Esse octógono é meu e serei o dono.

Outro brasileiro em ação foi o Francisco Massaranduba, que foi mais um a não conseguir impor seu jogo e foi dominado pelo campeão do TUF 15 Michael Chiesa. O brasileiro teve poucas oportunidades e a última delas foi uma chave de braço no último assalto, que estava bem encaixada mas por méritos do Chiesa não conseguiu finalizar o americano.

massaranduba chiesa

Confira os resultados completos do evento: 

TJ Dillashaw derrotou Renan Barão por nocaute técnico no 5R
Daniel Cormier finalizou Dan Henderson com um mata-leão no 3R
Robbie Lawler derrotou Jake Ellenberger por nocaute técnico no 3R
Takeya Mizugaki derrotou Francisco Rivera por decisão unânime dos jurados
James Krause derrotou Jamie Varner por nocaute técnico (lesão no tornozelo) no 1R

Card preliminar
Michael Chiesa derrotou Francisco Massaranduba por decisão unânime dos jurados
Tony Ferguson derrotou Katsunori Kikuno por nocaute técnico no 1R
Chris Holdsworth derrotou Chico Camus por decisão unânime dos jurados
Mitch Clarke finalizou Al Iaquinta com um triângulo de mão no 2R
Vinc Pichel derrotou Anthony Njokuani por decisão unânime dos jurados
Sam Sicilia derrotou Aaron Phillips por decisão unânime dos jurados
Li Jiangliang derrotou David Michaud por decisão dividida dos jurados


Assista aos videos do UFC Goiana ou UFC Fight Night 32

Neste último sábado dia 09 de Novembro, aconteceu o UFC Fight Night 32 para os gringos ou UFC Goiana para os brasileiros.

Para quem não viu, assista os videos do UFC Fight Night 32 ou UFC Goiana, clique aqui.

Rony Jason sendo nocauteado pelo Jeremy Stephens
Rony Jason sendo nocauteado pelo Jeremy Stephens

O mais impressionante nesse evento além do nocaute aplicado por Vitor Belfort em Dan Henderson, foram as maneiras das derrotas sofridas pelo brasileiro. Começou com o Dustin Ortiz vencendo José Maria "Sem Chance" por nocaute técnico no terceiro round. Adriano Martins e Thiago Tavares levantaram o astral do público brasileiro finalizando seus adversários, o que rendeu ao Adriano Martins o bônus de  US$ 50 mil (cerca de R$ 116 mil) por melhor finalização da noite. Thiago Bodão parecia que ia nocautear o russo casca grossa Omari Akhmedov, que por algumas vezes sentia os golpes do brasileiro, mas terminou nocauteando o brasileiro ainda no primeiro round, o que rendeu o bônus da melhor luta da noite, também levando ambos lutadores US$ 50 mil. Godofredo Pepey sofreu nocaute ainda no primeiro round quando o Sam Sicilia não se intimidou com o brasileiro faixa preta de jiu jitsu e desceu a mão no ground and pound obrigando o árbitro a interromper a luta. Na luta seguinte, Rony Jason foi nocauteado num contra golpe do Jeremy Stephens numa canelada certeira enquanto o brasileiro mandava um over hand, o pombo sem asa conhecido nacionalmente, no início do primeiro round. Paulo Thiago e Brandon Thatch faziam um combate parelha quando também no contra golpe, Thatch mandou uma joelhada na costela que obrigou o brasileiro a desistir do combate também no primeiro assalto. Rafael Feijão não quis saber de outra coisa a não ser nocautear Igor Pokrajac, desferindo fortíssimas joelhadas e na sequência, diversos socos. Feijão venceu por nocaute técnico ainda no round 1. Cezar Mutante venceu Daniel Sarafian de forma a garantir a vitória, evitando a todo instante a trocação no terceiro round o que garantiu a vitória do pupilo do Vitor Belfort, Cezar Mutante, na decisão dividida (28 a 29, 30 a 27 e 30 a 28).

O melhor nocaute da noite ficou para o fenômeno Vitor Belfort contra o americano Dan Henderson o que rendeu ao brasileiro US$ 50 mil.

O "Fenômeno" foi vem se reinventando como ele mesmo vem falando e aplicou primeiro nocaute sofrido por Dan Henderson. Começando com um belíssimo gancho do Vitor Belfort no contra golpe e na sequência, uma canelada certeira na cara do americano que o fez apagar. O "Fenômeno" realmente voltou e ganhou a chance de disputar o título dos médios com o vencedor do combate entre Anderson Silva e o campeão da categoria Chris Weidman.

Para quem não viu, assista os videos do UFC Fight Night 32 ou UFC Goiana, clique aqui.

Confira o resultado do evento:

Vitor Belfort venceu Dan Henderson por nocaute a 1m17s do round 1
Cezar Mutante venceu Daniel Sarafian por decisão dividida (28 a 29, 30 a 27 e 30 a 28)
Rafael Feijão venceu Igor Pokrajac por nocaute técnico (desistência) a 1m18s do round 1
Brandon Thatch venceu Paulo Thiago por nocaute técnico (desistência) aos 2m10s do round 1
Ryan LaFlare venceu Santiago Ponzinibbio por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
Jeremy Stephens venceu Rony Jason por nocaute aos 40s do round 1
Sam Sicilia venceu Godofredo Pepey por nocaute técnico a 1m42s do round 1
Omari Akhmedov venceu Thiago Bodão por nocaute aos 3m31s do round 1
Thiago Tavares venceu Justin Salas por finalização (mata-leão) aos 2m38s do round 1
Adriano Martins venceu Daron Cruickshank por finalização (kimura) aos 2m49s do round 2
Dustin Ortiz venceu José Maria No Chance por nocaute técnico aos 3m19s do round 3

 


UFC Goiânia: Vitor Belfort nocauteia Dan Henderson

Aconteceu na madrugada desse domingo  o UFC Fight Night 32, diretamente do Goiânia Arena, em Goiânia, marcando a sétima edição do Ultimate no Brasil em 2013.

O público lotou completamente a arena e participou de todos os momentos dos combates como se estivesse em uma final de copa do mundo.

Na luta principal, Vitor Belfort mediu forças com o americano Dan Henderson e valeu pelos meio-pesados (até 93 kg), categoria de Jon Jones. Foi uma revanche, já que no primeiro encontro, no Pride 32 no dia 31 de outubro de 2006, Hendo venceu por pontos.

No 1º round, a luta começa estudada quando Vitor Belfort acerta um gancho de esquerda que pega na ponta do queixo do americano que cai. No solo, Belfort golpeia até o árbitro interromper a luta e decretar a vitória brazuca por nocaute. Aliás, a derrota marcou o primeiro nocaute da carreira do americano.

1466150_10151999284786276_457225207_n

Futuro: Belfort será o próximo desafiante ao título dos médios e pegará o vencedor de Anderson SiIlva e Chris Weidman que se enfrentarão no UFC 168 dia 28 de dezembro.

Na segunda luta mais importante, Cezar Mutante e Daniel Sarafian mediram forças pelos médios, em uma luta que deveria ter acontecido na final do TUF Brasil 1. Após um sufoco inicial na luta em pé, Mutante conseguiu boas quedas nos dois assaltos finais e venceu por decisão dividida.

O brasileiro Rafael Feijão encarou o croata Igor Pokrajac e conseguiu um belo nocaute após acertar uma espetacular sequência de joelhadas no 1º round. O duelo valia pelos meio-pesados.

O argentino Santiago Ponzinibbio não suportou a tremenda pressão durante os três rounds do americano Ryan LaFlare que mostrou um jiu-jitsu em dia  e perdeu por decisão unânime.

No card preliminar, destaque para o catarinense Thiago Tavares que deu um verdadeiro show, colocando a luta para o solo, conseguindo finalizar o americano Justin Salas com um justíssimo esgana-galo no assalto inaugural. Importante passo do brasileiro na divisão dos leves.

Confira os resultados completos:

- Vitor Belfort  nocauteou  Dan Henderson no º round;

Cezar Mutante Ferreira venceu Daniel Sarafian por decisão dividida;

Rafael Feijão Cavalcante nocauteou Igor Pokrajac no 1º round;

- Brandon Thatch nocauteou Paulo Thiago no 1º round;

- Ryan LaFlare venceu Santiago Ponzinibbio por decisão unânime;

Jeremy Stephens nocauteou Rony Jason no 1º round;

Lutas Preliminares

Sam Sicilia nocauteou Godofredo Pepey no 1º round;

- Omari Akhmedov nocauteou Thiago Bodão Perpetuo no 1º round;

-  Thiago Tavares finalizou Justin Salas com um esgana-galo no 1º round;

Adriano Martins finalizou Daron Cruickshank com uma kimura no 2º round;

- Dustin Ortiz nocauteou José Maria no 3º round.

 

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/2013/11/10/vitor-belfort-nocauteia-dan-henderson-no-ufc-goiania/?topo=13,1,1,,10,13


Canal Combate capricha para o UFC - Belfort x Henderson

Só o canal Combate transmite todas as lutas do UFC Fight Night no Combate – Belfort x Henderson, neste sábado, direto de Goiânia, a partir das 20h30min. Ao todo, serão 11 confrontos ao vivo, com destaque para o desafio principal entre Vitor Belfort e Dan Henderson. A narração será feita por Rhoodes Lima, com comentários de Luciano Andrade e Kyra Gracie. In loco, o canal Combate também contará com uma equipe de repórteres na arena, que traz entrevistas com as principais personalidades presentes e com todos os vencedores.

429_536-alt-vitor-belfort-vs-dan-henderson

Na principal luta da noite, Vitor Belfort terá a revanche contra Dan Henderson, num desafio entre dois dos grandes lutadores de MMA em todos os tempos. No primeiro confronto entre eles, Vitor acabou derrotado, em 2006. Se bater o americano, Belfort terá novamente a chance pelo cinturão dos pesos médios, que estará em dispunha no dia 28 de dezembro, com outra revanche de peso, entre Chris Weidman e Anderson Silva, desafio transmitido ao vivo só pelo canal Combate.

Outra luta aguardada será entre os brasileiros Cezar Mutante e Daniel Sarafian. Ambos fariam a final do reality show “The Ultimate Fighter Brasil 1”, mas, na ocasião, Sarafian acabou se contundindo. Em Goiânia, os pesos médios finalmente estarão frente a frente.

Além das lutas ao vivo, o Combate esquenta os fãs no sábado com “O dia do UFC”, uma programação especial com grandes atrações, entre elas o inédito “Especial 20 anos de UFC”, que revive os grandes momentos da organização, que completa neste mês 20 anos. Além disso, o canal transmite ao vivo, nesta sexta-feira, a partir das 16h, a pesagem do UFC em Goiás.

Confira a programação especial “Dia do UFC”:

Sábado

11h – Passando a Guarda  (Matéria especial com o treinamento de Dan Henderson para o evento – lutas Dan Henderson x Rashad, Belfort x Rockhold, Mutante x Thiago Marreta, Sarafian x Eddie Mendez)

12h – Especial 20 anos de UFC

14h – Sensei Sportv

14h30 – Ultimate Insider

15h – Passando a Guarda  (Matéria especial com o treinamento de Dan Henderson para o evento – lutas Dan Henderson x Rashad, Belfort x Rockhold, Mutante x Thiago Marreta, Sarafian x Eddie Mendez)

16h -18h – UFC Series  (Últimas lutas de Vitor Belfort, Dan Henderson, Cezar Mutante e Daniel Sarafian)

19h – Ultimate Insider

19h30 – Pesagem

20h – Pré hora Ao vivo

20h30 – Card Preliminar UFC Fight Night Combate Belfort x Henderson Ao Vivo

23h – Card Principal UFC Fight Night Combate Belfort x Henderson Ao Vivo

01h – Previsão de término do evento

Confira todas as lutas transmitidas ao vivo:

Vitor Belfort x Dan Henderson

Cezar Mutante x Daniel Sarafian

Rafael Feijão x Igor Pokrajac

Paulo Thiago x Brandon Thatch

Santiago Ponzinibbio x Ryan LaFlare

Rony Jason x Jeremy Stephens

Godofredo Pepey x Sam Sicilia

Thiago Bodão x Omari Akhmedov

Thiago Tavares x Justin Salas

Adriano Martins x Daron Cruickshank

José Maria Sem Chance x Dustin Ortiz

O canal Combate é a emissora oficial do UFC no Brasil, primeiro canal em todo o mundo com 24h de programação dedicadas às artes marciais, comercializado pelas operadoras de TV por assinatura NET, SKY, Oi TV, Claro TV, Vivo TV, GVT e Viacabo.

Site - www.combate.com
Facebook - 
www.facebook.com/canalcombate
Twitter - @canalCombate   


UFC 161: Rashad Evans vence Dan Henderson em luta parelha

Em uma noite com combates mornos e sem grandes astros, o UFC 161 pôs Rashad Evans na rota do cinturão da divisão dos meio-pesados. Ele travou um confronto bem parelho contra o coroa Dan Henderson e anotou uma vitória na decisão dividida. Saiu do octógono montado no Canadá de baixo de vaias, uma cena que tem se repetido em sua carreira marcada por vitórias na decisão dos juízes.

A idade e falta de ritmo de luta pesaram contra Henderson. O veterano de 42 anos se saiu melhor no round 1, mas nos dois seguintes se mostrou cansado e acabou levando mais golpes do que o rival. De raspão, Rashad ganhou os dois rounds finais e agora sonha com uma revanche contra o campeão Jon Jones. Ele está na fila do cinturão, enquanto Henderson chega a segunda derrota seguida e se distancia do título.

Stipe Miocic derrotou Roy Nelson. Foto:UFC
Stipe Miocic derrotou Roy Nelson. Foto:UFC

O maior vencedor da noite foi Stipe Miocic. O croata detonou o gordinho Roy Nelson, o queridinho da torcida. Por três rounds o americano foi atingido por bordoadas, sem cair uma só vez. Ele se torna o primeiro peso-pesado da história do UFC derrotado quatro vezes por pontos, ou seja tem queixo de aço numa divisão marcada por nocautes. Stipe dá passos largos rumo ao cinturão.

Pela quarta vez na história o UFC promoveu um combate feminino. A canadense Alexis Davis confirmou o favoritismo e derrotou, por pontos, a francesa Rosi Sexton. Mais um duelo entre mulheres que não deixou a desejar. Um dos melhores do UFC 161, que foi marcado por lutas sonolentas.

A surpresa da noite foi a vitória de Shawn Jordan contra Pat Barry. Não a vitória em si, mas a forma como ela se deu. Ex-jogdor de futebol americano, Shawn nocauteou em poucos minutos o kickboxer Pat Barry, um dos melhores strikers do UFC. Shawn agora deixa de ser um mero coadjuvante e passa a ser um dos nomes temidos na divisão dos pesos-pesados, a mais carente em astros no UFC.

Resultados do evento:

Card principal
Rashad Evans derrotou Dan Henderson na decisão dividida dos juízes
Stipe Miocic derrotou Roy Nelson na decisão unânime dos árbitros
Ryan Jimmo derrotou Igor Pokrajac na decisão unânime dos árbitros
Alexis Davis derrotou Rosi Sexton na decisão unânime dos árbitros
Shawn Jordan derrotou Pat Barry por TKO aos 59s do 1R

Card preliminar
Jake Shields derrotou Tyron Woodley por decisão dividida dos árbitros
James Krause finalizou Sam Stout com uma guilhotina no 3R
Sean Pierson derrotou Kenny Robertson por decisão majoritária dos árbitros
Roland Delorme derrotou Edwin Figueroa por decisão unânime dos árbitros
Mitch Clarke derrotou John Maguire por decisão unânime dos árbitros
Yves Jabouin derrotou Dustin Pague por decisão dividida dos árbitros

Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/mma/posts/2013/06/16/ufc-161-rashad-derrota-henderson-stipe-atroplea-roy-nelson-500250.asp

Fotos: UFC


UFC 161: Comentarista acredita em vantagem de Henderson e mais um nocaute de Nelson

Só o canal Combate transmite ao vivo, neste sábado, a luta entre Rashad Evans e Dan Henderson, desafio principal do UFC 161, direto do Canadá. Em outro confronto aguardado, ao vivo só no canal de lutas, o gordinho Roy Nelson encara Stipe Miocic. O UFC 161 tem início a partir das 20h, com narração de Rhoodes Lima e comentários de kyra Gracie e Luciano Andrade.

Ex-campeão meio-pesado do UFC, Rashad Evans (17v-3d-1e) vai ter pela frente uma das grandes lendas do MMA, Dan Henderson (29v-9d), ex-campeão do evento japonês Pride nas categorias médio e meio-pesado.

“A tendência é de uma luta equilibrada, ambos são muito bons na luta olímpica (wrestling). Acredito que Rashad terá mais chances se derrubar e manter a luta no chão. E ele realmente tem condições de derrubar. Quanto ao Henderson, acredito que ele deve usar a luta olímpica dele para manter o combate em pé e usar a mão dele, sempre muito pesada. Acredito numa leve vantagem do Henderson, mas deve ser equilibrado”, analisa o comentarista Luciano Andrade.

Vindo numa série de três vitórias, o peso pesado Roy Nelson (19v-7d) vai ter pela frente Stipe Miocic, que vem da sua primeira derrota em dez lutas.

“Roy Nelson tem todas as condições de nocautear mais uma vez, como fez nas últimas três apresentações. Ele tem mais poder de nocaute e o confronto deve permanecer em pé, o que amplia a vantagem dele”, diz Luciano.

Confira todas as lutas transmitidas pelo canal Combate:
UFC 161
EVANS X HENDERSON
AO VIVO

DATA DE EXIBIÇÃO: SÁBADO, 15 DE JUNHO DE 2013
HORÁRIO: A PARTIR DAS 20h00
LOCAL: MTS CENTRE, WINNIPEG – CANADÁ

Card Principal

Rashad Evans x Dan Henderson
Roy Nelson x Stipe Miocic
Alexis Davis x Rosi Sexton
Pat Barry x Shawn Jordan

Card Preliminar

Ryan Jimmo x Igor Pokrajac
Jake Shields x Tyron Woodley
Sam Stout x James Krause
Sean Pierson x Kenny Robertson
Roland Delorme x Edwin Figueroa
Mitch Clarke x John Maguire
Yves Jabouin x Dustin Pague


UFC 161: Dan Henderson vs. Rashad Evans no próximo sábado

Neste sábado acontecerá a 161ª edição do UFC no MTS Center, em  Winnipeg, Manitoba, Canada.

A luta principal será entre os americanos Dan Henderson e Rashad Evans, em um duelo de meio-pesados, divisão comandada pelo estadunidense Jon Jones.

Henderson carrega 29 vitórias e 9 derrotas, vindo de derrota para o brasileiro Lyoto Machida no UFC 157 no dia 23 de fevereiro de 2013. Já lutou também na divisão dos médios (até 84kg) e dos pesados (acima de 93kg), todas com extremo sucesso, sendo campeão ou disputado título em todas as organizações em que passou.

Dan Henderson que figura entre os Tops desde os tempos do Pride (extinto evento de MMA japonês, comprado pelo UFC em 2007), sendo que era o campeão dos meio-pesados (até 93kg) do Strikeforce.

Curiosamente, “Hendo” é um dos raros atletas que saiu do UFC por vontade própria, pois após o seu devastador nocaute sobre o inglês Michael Bisping no UFC 100 no dia 11 de julho de 2009, Henderson não renovou o seu contrato com a maior organização de lutas do Mundo.  Meses após, fechou contrato com o Strikeforce. Como o UFC comprou o Strikeforce, a volta do norte-americano ao UFC se tornou inevitável.

Henderson é um dos mais experientes atletas em atividade no esporte (nasceu no dia 24 de agosto de 1970) , sendo que já lutou com 20 brasileiros, vencendo nomes como: Crezio de Souza, Allan Goes, Minotauro (lutou 2 vezes, perdendo uma e vencendo outra), Renato Babalu, Renzo Gracie, Murilo Ninja, Murilo Bustamante, Vitor Belfort, Wanderlei Silva (lutaram duas vezes, com uma vitória para cada), Rousimar Toquinho, Rafael Feijão,  Shogun e Lyoto.

Henderson é um excelente trocador (principalmente o seu conhecido cruzado de direita), tendo um wresting de nível olímpico. Nunca foi nocauteado.

Já Evans leva leva 17 triunfos, 3 derrotas e um empate, vindo de duas derrotas consecutivas: para Jon Jones no UFC 145 no dia 21 de abril de 2012  (era o desafiante ao título) e também por decisão unânime para Rogério Minotouro no UFC 156 no dia 02 de fevereiro de 2013.

Rashad é um excelente wrestler, tendo um boxe de encher os olhos, além de trabalhar muito bem a curta e média distâncias. Possui algum conhecimento de solo.

Diga-se de passagem que Rashad era o campeão dos meio-pesados do UFC até ser nocauteado por  Lyoto Machida no UFC 98 em maio de 2009.

Na segunda luta mais importante, o lendário americano Roy Nelson pegará o seu compatriota Stipe Miocic pelos pesados, categoria de Cain Velasquez.

Nelson ostenta 19 vitórias e 7 derrotas, sendo de três arrasadores nocautes. Na sua última batalha, nocauteou o perigoso francês Cheick Kongo no UFC 159 no dia 27 de abril de 2013. É faixa preta de jiu-jitsu do mestre Renzo Gracie, mas tem mostrado um tremendo talento na luta pé, onde vem empilhando nocautes com o seu famoso cruzado conhecido como "swing".

Por outro lado, Miocic tem 9 vitória e uma derrota, vindo de nocaute sofrido para o holandês Stefan Struve no UFC on Fuel TV 5 no dia 29 de setembro de 2012.

Confira o card, sujeito a alterações:

- Rashad Evans vs. Dan Henderson;

- Stipe Miocic vs. Roy Nelson;

- Ryan Jimmo vs. Igor Pokrajac;

- Alexis Davis vs. Rosi Sexton;

- Pat Barry vs. Shawn Jordan;

Lutas Preliminares

- Jake Shields vs. Tyron Woodley;

- James Krause vs. Sam Stout;

- Sean Pierson vs. Kenny Robertson;

- Roland Delorme vs. Edwin Figueroa;

- Mitch Clarke vs. John Maguire;

- Yves Jabouin vs. Dustin Pague.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/2013/06/12/ufc-161-ao-vivo-no-sabado-com-dan-henderson-vs-rashad-evans/?topo=13,1,1,,10,13


UFC 161: Dan Henderson vs. Rashad Evans confirmado para o evento

O UFC 161 acontecerá no dia 15 de junho no MTS Center, em  Winnipeg, Manitoba, Canada e o card promete ser  de tirar o fôlego.

Agora, outro grande duelo foi oficializado. Trata-se das lendas americanas Dan Henderson e Rashad Evans, pertencentes aos meio-pesados (até 93), divisão dominada por Jon Jones.

Henderson leva 29 vitórias e 9 derrotas e vem de revés para Lyoto Machida no UFC 157 dia 23 de fevereiro. Já Evans, ostenta 17 vitórias, 3 derrotas e um empate, vindo de dois fracassos consecutivos. Perdeu para Minotuoro no UFC 156 dia 02 de fevereiro e, anteriormente,  já havia sido superado por Jon Jones no UFC 145 dia 21 de abril de 2012. Ambas por decisão dos jurados. Apesar de um bom cartel, uma terceira derrota consecutiva poderá custar caro ao ex-campeão.

Confira o card, sujeito a alterações:

Renan Barão vs. Eddie Wineland (título interino galos);
- Rashad Evans vs. Dan Henderson;
Rogerio Minotouro vs. Mauricio Shogun Rua;
- Jake Shields vs. Tyron Woodley;
- Sean Pierson vs. Anthony Waldburger;

Lutas Preliminares

- Pat Barry vs. Shawn Jordan;
- Sam Stout vs. Isaac Vallie-Flagg;
- Ryan Jimmo vs. Igor Pokrajac;
- Stipe Miocic vs. Soa Palelei;
- Mitch Clarke vs. John Maguire;
- Roland Delorme vs. Edwin Figueroa.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/2013/03/27/ufc-161-confirma-dan-henderson-vs-rashad-evans/


UFC 161: Jornal confirma Dan Henderson vs Rashad Evans e Mauricio Shogun vs Rogério Minotouro

Por Eduardo Cruz

O site do jornal USA Today confirmou dois confrontos de alto nível no UFC 161, que será realizado no dia 15 de junho, no Canadá. Os ex-campeões meio-pesados Dan Henderson e Rashad Evans se enfrentarão com o objetivo de voltarem a figurar entre os principais concorrentes ao cinturão da categoria até 93kg. Ambos os atletas foram derrotados nas últimas apresentações mas ocupam posição de destaque no Ultimate Fighting Championship.

O outro combate reúne Maurício Shogun e Rogério Minotouro em uma das revanches mais aguardadas das artes marciais mistas. Os brasileiros travaram um clássico do esporte quando ainda atuavam no PrideFC, no Japão, e o curitibano levou a melhor na decisão dos juízes.

Dos quatro, apenas Minotouro vem de vitória. O atleta da Team Nogueira derrotou Evans na última vez em que entrou no octógono, em fevereiro, e havia superado Tito Ortiz em outubro de 2011, com uma sequência de cotoveladas disparadas no corpo do badboy americano.

Pergunta aos leitores do blog: Quais serão os vencedores desses dois duelos?

Fonte: http://terramagazine.terra.com.br/mmamanoamano/blog/2013/03/05/jornal-confirma-hendo-vs-evans-e-shogun-vs-minotouro-no-ufc-161/


UFC 157: Veja quanto cada lutador recebeu por seus combates

No último sábado rolou o UFC 157, evento que teve como luta principal, o primeiro combate feminino do UFC e como protagonistas, Ronda Rousey vs Liz Carmouche e como luta co-principal Lyoto Machida vs Dan Henderson. Na ocasião, Ronda Rousey se manteve campeã na categoria até 61kg com mais um belo armlock (Chave de Braço) ainda no primeiro round. Já Lyoto Machida conseguiu superar o veterano Dan Henderson por decisão dos juízes.

Como de costume, sempre na semana após o evento é divulgado o valor da bolsa de cada lutador, lembrando que é em dólar americano.

- Ronda Rousey: $90,000.
- Liz Carmouche: $12,000.
- Lyoto Machida: $200,000.
- Dan Henderson: $250,000.
- Urijah Faber: $100,000.
- Ivan Menjivar: $17,000.
- Court McGee: $40,000.
- Josh Neer: $16,000.
- Robbie Lawler: $155,000 (incluindo $50,000 de nocaute da noite).
- Josh Koscheck: $78,000.
- Brendan Schaub: $36,000.
- Lavar Johnson: $29,000.
- Mike Chiesa: $30,000.
- Anton Kuivanen: $8,000.
- Dennis Bermudez: $70,000 (incluindo $50,000 da luta da noite).
- Matt Grice: $58,000 (incluindo $50,000 da luta da noite).
- Sam Stout: $52,000.
- Caros Fodor: $15,000.
- Kenny Robertson: $66,000 (incluindo $50,000 da finalização da noite).
- Brock Jardine: $8,000
- Neil Magny: $16,000.
- Jon Manley: $8,000.
- Nah-Shon Burrell: $12,500.
- Yuri Villefort: $6,550.