UFC 167: Hoje tem Georges St-Pierre vs Johny Hendricks, Sonnen vs Evans e muito mais

Neste sábado acontecerá o UFC 167, diretamente do MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, Estados Unidos, comemorando os 20 anos do maior torneio de lutas do momento. A 1ª edição do UFC aconteceu no dia 12 de novembro de 1993 em Denver, Estados Unidos.

Os duelos preliminares terão início por volta das 19:00hs (horário de Brasília).

A luta principal terá a nona defesa do título dos meio-médios do canadense Georges St. Pierre que pegará o desafiante americano Johny Hendricks.

Hendricks tem 15 vitórias e uma derrota, vindo de êxito por pontos sobre o seu compatriota Carlos Condit na segunda luta mais relevante do UFC 158 em março.

Já GSP leva 24 vitórias e 2 derrotas, vindo da defesa do seu reinado pela oitava vez ao vencer o desafiante Nick Diaz na luta principal do UFC 158 no dia 16 de março de 2013. Emplacou a sexta vitória consecutiva por pontos. A última conquista que não foi parar nas mãos dos jurados aconteceu no UFC 94 no dia 31 de janeiro de 2009, quando nocauteou o havaiano B.J. Penn.

O polêmico Chael Sonnen (28 vitórias, 13 derrotas e um empate) irá para batalha na segudna luta mais importante contra o estadunidense e  compatriota Rashad Evans (18 vitórias, 3 derrotas e um empate). Valerá pelos meio-pesados (até 93 kg), divisão comandada por Jon Jones.

1425579_10152012852846276_746871059_n

Sonnen vem de uma impressionante finalização sobre Shogun na metade de agosto na 26ª edição do UFC Fight Night. Por outro lado, Rashad  vem de grande vitória por pontos sobre Dan Henderson no UFC 161 no dia 15 de junho de 2013.

Confira o card, sujeito a alterações:

- Georges St. Pierre vs. Johny Hendricks (título meio-médios);

- Rashad Evans vs. Chael Sonnen;

- Robbie Lawler vs. Rory MacDonald;

- Josh Koscheck vs. Tyron Woodley;

- Ali Bagautinov vs. Tim Elliott;

Lutas Preliminares

- Donald Cerrone vs. Evan Dunham;

- Ed Herman vs. Thales Leites;

- Brian Ebersole vs. Rick Story.

- Edwin Figueroa vs. Erik Perez;

- Jason High vs. Anthony Lapsley;

- Will Campuzano vs. Sergio Pettis;

- Cody Donovan vs. Gian Villante.

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/nomundodaslutas/2013/11/16/ufc-167-ao-vivo-hoje-com-st-pierre-defendendo-o-titulo-dos-meio-medios/


Minotouro se contunde e é ironizado por Sonnen

Em março do ano passado, Rogério Nogueira foi impedido de enfrentar Alexander Gustafsson devido a uma lesão no joelho que o forçou a ser submetido a procedimento cirúrgico no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, devido ao desgaste da cartilagem do menisco.

No sábado passado, após a coletiva de imprensa do UFC Fight Night 30, Dana White anunciou que “Minotouro” seria o próximo oponente de Gustafsson, em luta que aconteceria em março de 2014, na Inglaterra, mas uma contusão nas costas – a mesma que impediu o veterano de lutar contra Maurício Shogun – novamente o tirou da luta contra o sueco.

Em fevereiro, Rogério derrotou o ex-campeão Rashad Evans após ter ficado mais de um ano afastado do octógono se recuperando de lesões e se posicionou entre os principais candidatos ao cinturão dos meio-pesados, mas só retornará à competição no próximo ano e ficará mais distante do sonho de disputar o cinturão do UFC.

Sonnen ironiza: Luta menos que Ghandi

Nesta madrugada Chael Sonnen utilizou o twitter para ironizar a lesão do lutador brasileiro com mensagens hilárias, e ao mesmo tempo, críticas. “Ele luta menos que Ghandi”, escreveu o americano. “Ele assina contratos com tinta invisível”.

Ontem foi comemorado do Halloween, ou Dia das Bruxas, e Chael declarou que o baiano se fantasiou de lutador, mas não conseguiu enganar ninguém e muito menos recebeu os tradicionais doces.

Nem Junior dos Santos foi poupado na comparação de Sonnen. "Talvez Junior Cigano possa emprestar seu coração a Minotouro enquanto conserta o próprio rosto" e também fez um anúncio comercial: "À venda: luvas de MMA. Nunca usadas. Contatar Minotouro. Um frango frágil de estrada. Sem show, Brasil".

O polêmico lutador encerrou a sequência de onze mensagens dizendo que Joe Silva, responsável pelo casamento de lutas do Ultimate, deveria fazer um cartaz com a foto de Minotouro como pessoa desaparecida e ressaltou que o veterano não poderá incluir a profissão de lutador no imposto de renda.

O blog MMA, Mano a Mano tentou, sem sucesso, entrar em contato com o líder da Team Nogueira.

Fonte: http://terramagazine.terra.com.br/mmamanoamano/blog/2013/11/01/minotouro-se-contunde-e-e-ironizado-por-sonnen/


UFC Shogun x Sonnen: especialistas do Combate analisam desafios

Só o canal Combate transmite ao vivo, neste sábado, o confronto entre o brasileiro Maurício “Shogun” Rua e o americano Chael Sonnen, luta principal do UFC Fight Night Combate – Shogun x Sonnen, em Boston. O sinal ao vivo começa a partir das 17h, com a pré-hora do evento. A narração será de Rhoodes Lima, com comentários de Luciano Andrade e Kyra Gracie. Nesta sexta-feira, a partir das 16h30min, o canal Combate abre seu sinal ao vivo para a pesagem do evento.

Ex-campeão meio-pesado do UFC, Maurício Shogun vai ter pela frente o maior inimigo dos lutadores brasileiros, Chael Sonnen. Durante a semana, o americano não poupou Shogun e outros lutadores tupiniquins em suas tradicionais provocações, o que aqueceu bastante os ânimos para o desafio. Narrador e comentarista do canal Combate no evento, respectivamente, Rhoodes Lima e Luciano Andrade opinam sobre o confronto:

“Maurício Shogun deve tomar cuidado com o wrestling do Sonnen e pôr toda sua experiência na trocação em prática. Fiquei sabendo que ele está com o boxe afiado, mãos pesadas e melhor condicionado fisicamente para este combate. Andou treinando até nas areias das praias de Niterói. Uma vitória convincente sobre Chael Sonnen no próximo sábado é de suma importância na atual fase da carreira do Shogun”, diz.

Luciano também chama a atenção sobre a cautela com as quedas, a melhor arma de Sonnen.

“Sonnen só ganha se amarrar muito. Shogun é o favorito, pois é melhor na trocação e também no chão. Bem melhor na verdade... O Sonnen só é melhor na parte de quedas. Ao contrário da maioria, não acho que o brasileiro vai ganhar por nocaute. Acho que ele vai ser derrubado e vencerá no chão. É claro que tudo vai por água abaixo se o brasileiro não estiver bem de gás. E isso o Sonnen vai estar.”

Além de Shogun, o UFC Fight Night Combate ainda traz mais dois brasileiros ao Octógono. Yuri “Marajó” Alcantara vai ter pela frente o ex-campeão do WEC Urijah Faber. Já o campeão do reality show “The Ultimate Fighter 14”, Diego Brandão, busca a terceira vitória seguida contra o perigoso Daniel Pineda.

“Yuri Marajó tem, neste sábado, a oportunidade de subir alguns degraus na divisão dos galos. É outro brasileiro que tem que tomar cuidado com a luta agarrada de um americano. Todos sabem do potencial ofensivo do Faber, do gás, ataca o tempo todo, se entrega pro combate e é muito experiente. Mas nosso Marajó é um guerreiro, lutador duríssimo e está buscando um lugar ao sol. Tem tudo pra ser um duelo daqueles de tirar o fôlego”, comenta Rhoodes.

“Faber e Marajó vai ser um lutaço. É difícil saber qual estratégia cada um vai usar. É luta dura, mas Faber é levemente favorito. Acho que ele vai tentar manter a luta em pé pra ganhar na trocação, mas, se tiver brecha, vai botar pra baixo para ficar trabalhando as cotoveladas. Vale lembrar que o Marajó está voando na categoria e, se ganhar, despontará como candidato ao cinturão”, diz Luciano.

O UFC Fight Night Combate – Shogun x Sonnen ainda traz o confronto dos pesos pesados Alistair Overeem e Travis Browne num total de 13 lutas.

CARD PRINCIPAL – 21h00min

Maurício Shogun x Chael Sonnen

Alistair Overeem x Travis Browne

Yuri Alcantara x Urijah Faber

Mike Pyle x Matt Brown

Uriah Hall x John Howard

CARD PRELIMINAR – 17h30mi (17h pré-hora)

Joe Lauzon x Michael Johnson

Brad Pickett x Michael McDonald

Max Holloway x Conor McGregor

Mike Brown x Steven Siler

Diego Brandão x Daniel Pineda

Manny Gamburyan x Cole Miller

Cody Donovan x Ovince St. Preux

Ramsey Nijem x James Vick

O canal Combate é a emissora oficial do UFC no Brasil, primeiro canal em todo o mundo com 24h de programação dedicadas às artes marciais, comercializado pelas operadoras de TV por assinatura NET, SKY, Oi TV, Claro TV, GVT e Viacabo.

Site - www.combate.com
Facebook - www.facebook.com/canalcombateoficial
Twitter - @canalCombate


UFC 159 Videos: Assista Jon Jones vs Chael Sonnen e demais lutas

Fazendo sua quinta defesa de títulos, igualando ao Tito Ortiz, Jon Jones passou o carro ontem em Chael Sonnen e que por pouco o falastrão não sairia vitorioso devido a uma lesão do campeão, notada quando a luta já tinha dada como encerrada.
Sem mais delongas, abaixo você confere as lutas disponíveis na internet. Não deixe pra depois pois em breve as lutas serão removidas dos servidores.

UFC 159 Videos


UFC 159: Jon Jones passeia em Chael Sonnen mas por pouco não perde o título

Jon Jones - Getty Images
Jon Jones - Getty Images

O campeão saiu de pé quebrado, com o dedo quase partido ao meio e um rasgo profundo num claro sinal de que ali houve uma fratura no osso. A cena feia contrastava com o sorriso largo de Jon Jones, enquanto o cinturão dos meio-pesados era enrolado em seu quadril pela sexta vez. A vitória de há pouco contra Chael Sonnen representa a quinta defesa de título de Jones, o que o torna recordista de defesas de cinturão até 93kg empatado com o aposentado Tito Ortiz.

Foi uma surra. Jones arremessou Sonnen no octógono sucessivas vezes como se fosse um boneco de pano na mão de um menino grande. No chão, o campeão desferiu uma saraivada de cotoveladas e socos até a interrupção do árbitro a pouco mais de 30 segundos do fim da round 1. Um massacre, mas Sonnen não estava nocauteado e poderia ter seguido para mais um round. Muita gente está de nariz em pé para a interrupção do árbitro e isso ainda dará no que falar.

Ao fim do combate, Jones mostrou para as câmeras seu dedo fraturado. Até ali, ninguém tinha notado que o campeão estava lesionado. A fratura certamente lhe teria custado o título caso o combate seguisse por mais cinco minutos. Jones não soube explicar o que provocou a lesão. Foi num momento em que ele tentava controlar Sonnen no chão pouco antes de lançar a sessão de golpes que lhe deu a vitória. Não fiquem surpresos se Sonnen se queixar que poderia ter lutado mais e que o resultado lhe seria favorável se o árbitro não tivesse parado a luta. E de fato seria. Mais 30 segundos e, certamente, ele venceria por interrupção médica com um nocaute técnico no cartel.

Depois do evento, Jones participou de 10 minutos da coletiva de imprensa e seguiu para o hospital onde checará a gravidade da lesão.

O UFC 159 foi um evento meia boca. Desde o card preliminar, até a maioria do card principal, poucas lutas empolgaram. O esperado duelo entre Michael Bisping vs Alan Belcher foi sonolento e em marcha lenta. Bisping se valeu de socos certeiros, mas sem contundência, para pontuar por 15 minutos até ser decretado vencedor na decisão dos árbitros. Vaias ecoaram no ginásio em Newark, New Jersey. Os dois tinha trocado insultos e previsto um combate aguerrido, mas ficaram devendo. Bisping prometeu tatuar a bandeira da sua pátria inglesa no peito, mas depois dessa vitória insossa não falou mais no assunto. Ele está próximo de uma disputa de cinturão na divisão dos médios (84kg) que tem como campeão Anderson Silva. "Meu objetivo é lutar pelo cinturão e seguir melhorando", comentou Bisping na coletiva de imprensa depois do evento.

Um dos poucos momentos em que toda platéia se contagiou com o UFC 159 foi quando o pançudo Roy Nelson partiu para cima do francês Cheick Congo e o apagou com uma bomba certeira no queixo e mais uma pedrada no chão. O nocaute da noite,  que lhe rendeu mais 65 mil dólares! O gordinho mais boa praça do UFC foi ovacionado pela torcida. É um dos melhores pesados do MMA há anos e provou isso mais uma vez. Está próximo de uma disputa de título. Segundo o patrão Dana White, ele pode enfrentar Mark Hunt antes de ser lançado ao cinturão. Hunt enfrenta Junior Cigano daqui a um mês.

único brasileiro no card, Vinny Magalhães prometeu finalizar Phil Davis em 10 segundos, mas em 10 segundos ele já parecia derrotado. Intimidado pelos socos do rival, Vinny não conseguiu impôr seu jogo de jiu-jitsu em momento algum e parecia lutar para perder por pontos. Não está no nível dos tops meio-pesados e isso ficou claro.

A surpresa da noite foi a estréia de Pat Healy que apagou Jim Miller no round 3 com um estrangulamento para barrar as pretensões do rival de disputar o título dos leves. Foi a melhor luta da noite e a melhor finalização. Pat lucrou 130 mil dólares extras e Miller 65 mil.

O UFC 159 marcou a terceira luta feminina da história do evento. Foi um dos melhores momentos da noite. A americana Sara McMann detonou a jovem alemã Sheila Gaff em poucos minutos. Nocaute técnico na base de socos e cotoveladas lançadas numa posição em que Gaff ficou indefesa com um dos braços presos pelas pernas da rival. Massacre. Assim como a campeã peso-galo Ronda Rousey, Sara está invicta com sete vitórias e tem na bagagem uma olimpíada. O caminho das duas deve se cruzar este ano.

Melhores momentos do UFC 159:

CARD PRINCIPAL
Jon Jones venceu Chael Sonnen por nocaute técnico aos 4m33s do primeiro round
Michael Bisping venceu Alan Belcher por decisão técnica
Roy Nelson venceu Cheick Kongo por nocaute aos 2m03s do primeiro round
Phil Davis venceu Vinny Magalhães por decisão unânime
Pat Healy venceu Jim Miller por finalização (mata-leão) aos 4m02s do terceiro round

CARD PRELIMINAR
Rustam Khabilov venceu Yancy Medeiros por nocaute técnico (interrupção médica) aos 2m32s do primeiro round
Ovince St. Preux venceu Gian Villante por decisão técnica majoritária
Sara McMann venceu Sheila Gaff por nocaute técnico aos 4m06s do primeiro round
Bryan Caraway venceu Johnny Bedford por finalização (guilhotina) aos 4m44s do terceiro round
Cody McKenzie venceu Leonard Garcia por decisão unânime
Steven Siler venceu Kurt Holobaugh por decisão unânime

 

A fratura no dedo do pé do campeão meio-pesado Jon Jones é a imagem que marcará o UFC 159. Dois combates nesse evento acabaram mais cedo por conta de dedadas no olho. E a luta principal terminou em vitória de Jones, mas custou a ele um dedão do pé quebrado. Não se sabe ainda quanto tempo Jones ficará na geladeira para se recuperar da lesão.

Depois da vitória, Jones participou de apenas 10 minutos da coletiva de imprensa pós-UFC 159 e seguiu para o hospital. De importante, ele disse que o árbitro demorou para interromper o combate, descartou enfrentar Lyoto Machida, chamou Anderson Silva de maior nome do MMA e ouviu do patrão Dana White que teria sido derrotado por interrupção médica se tivessem notado a fratura antes da vitória ser consumada a 30 segundos do fim do round 1. Palavras de Jones:

- Achei que poderiam ter parado a luta até um pouco antes. O lutador sempre acha que sabe a hora de parar, mas eu achei que ali já tinha passado (da hora).

- Eu não me permitiria parar por causa da lesão e creio que meus treinadores também não. (Nesse momento Dana White vira para Jones e garante que a luta seria interrompida pelos médicos ao fim do round 1). "Isso é um fato", garantiu o dono do UFC. "Obrigado por ter esclarecido", respondeu em tom de ironia, Jones.

- Não posso esquecer o que Anderson fez no octógono. Eu nunca desrespeitaria o que Anderson Silva tem feito. Eu estou celebrando o meu segundo ano como campeão, e ele vem fazendo isso há seis anos. Isso é fenomenal. Ele é um ícone e ainda é o meu ídolo.Tenho que reconhecer isso (que Anderson é o maior).

- Já lutei contra o Lyoto Machida antes... Não acho que seja a hora de lutar com o Machida de novo.

Palavras de Sonnen na coletiva:

- Ele (Jones) é mais forte, é difícil para mim elogiar o Anderson Silva. O Anderson durou quase uma luta toda e o Jones foi rapidinho.

- Jones e Anderson deveriam ligar para Dana White e implorar para lutar um contra o outro. Para mim, são dois covardes. No mundo da luta, se você não quer lutar, não levante a mão. (Nessa hora Dana diz que Anderson ligou para ele hoje pedindo por uma luta, mas sem revelar qual seria).

Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/mma/


UFC 159: canal Combate traz programação especial Jones vs Sonnen

O canal Combate transmite com exclusividade, neste sábado, a disputa do cinturão peso meio-pesado do UFC 159, entre os treinadores do reality show The Ultimate Fighter 17 Jon Jones e Chael Sonnen. O card também traz o brasileiro Vinny “Pezão” Magalhães contra Phil Davis. A transmissão ao vivo, com narração de Rhoodes Lima e comentários de Luciano Andrade, terá início às 19h30min deste sábado. Logo em seguida, o sinal ao vivo segue com a coletiva de imprensa, a partir das 2h30min. Na sexta-feira, o Combate também transmite a pesagem do UFC 159 ao vivo, a partir das 17h.

Considerado um dos maiores lutadores da atualidade, Jon Jones, numa série de oito triunfos seguidos, defende pela quinta vez o seu título. Pela frente, o americano vai ter o sempre falastrão e provocador Chael Sonnen. Ambos protagonizaram a edição mais recente do TUF, reality show do UFC nos EUA, como capitães dos times. E, para um evento tão importante, o canal Combate preparou a semana com programação voltada aos grandes desafios do UFC 159, com os programas UFC Series, Passando a Guarda, Countdown e Ultimate Insider, além da pesagem do evento, UFC 159 e coletiva pós-UFC 159.

Confira todas as atrações:

Segunda – 22/o4

01h – UFC Series – Lutas de Vinny Magalhães, Phil Davis, Cheick Kongo e Roy Nelson

Durante a programação – Preview UFC 159, pílulas e lutas de Chael Sonnen e Jon Jones

 

Terça – 23/04

01h –UFC Series – Lutas de Roy Nelson, Alan Belcher e Michael Bisping

Durante a programação – Preview UFC 159, pílulas e lutas de Chael Sonnen e Jon Jones

 

Quarta – 24/04

01h –UFC Series – Lutas de Chael Sonnen contra Nate Marquardt, Brian Stann e Michael Bisping

Durante a programação – Preview UFC 159, pílulas e lutas de Chael Sonnen e Jon Jones

 

Quinta – 25/04

23h –Passando a Guarda – Especial preparação UFC 159

01h –UFC Series – Lutas de Jon Jones contra Ryan Bader, Maurício Shogun e Rampage Jackson

Durante a programação – Preview UFC 159, pílulas e lutas de Chael Sonnen e Jon Jones

 

Sexta – 26/04

17 – Pesagem UFC 159 AO VIVO

18h30 – Countdown UFC 159

20h30 – Ultimate Insider sobre o UFC 159

01h – UFC Series - Lutas Jones x Machida e Jones x Belfort

 

Sábado – 27/04

O aquecimento para o UFC 159 começa cedo no Combate:

17h – Ultimate Insider

17h30 – Preview UFC 159

18h – Reprise da pesagem

18h30 – Countdown UFC 159

19h30 – UFC 159 AO VIVO

02h30 – Coletiva pós UFC 159 AO VIVO

 O canal Combate é a emissora oficial do UFC no Brasil, o único canal em todo o mundo com 24h de programação dedicadas às artes marciais, comercializado pelas operadoras de TV por assinatura NET, SKY, Oi, Claro TV, GVT e Viacabo.

 

Sites - www.combate.com e www.sportv.com/combate

Facebook - www.facebook.com/canalcombateoficial

Twitter - @canalCombate

 


TUF 17: Dana White responde: “Nenhum deles aceitou a luta. Chael foi o único que aceitou”

Após ser anunciado como o novo desafiante ao cinturão dos pesos-meio-pesados do Ultimate Fighting Championship, Chael Sonnen virou alvo de críticas sobre merecer ou não a chance. O brasileiro Lyoto Machida, foi o primeiro a atacar o americano em sua página no twitter, depois foi vez do compatriota Dan Henderson também atacar Sonnen.

“Dan Henderson teve a oportunidade e se machucou. Agora Jones está machucado até abril. Todo mundo que está reclamando agora teve a oportunidade de enfrentar Jon Jones e recusou. Agora, Chael Sonnen, que foi o único que aceitou enfrentá-lo com oito dias, recebeu a oportunidade. Esses caras vão continuar lutando, e teremos um desafiante número 1 absoluto quando terminar o TUF.”  disse o chefão Dana White

Chael Sonnen vem de derrota para Anderson Silva no UFC 148, já teve um duelo recusado por Jon Jones, que resultou no cancelamento do UFC 151, com isso, Jon Jones defendeu o cinturão contra o brasileiro Vitor Belfort no UFC 152. Após a recusa, foi Jon Jones quem aceitou o desafio, segundo Dana White. Os dois medem forças no dia 27 de abril de 2013 disputando do título dos meio-pesados como treinadores da 17ª edição do reality show “The Ultimate Fighter” no canal FX.

Ainda sem local a ser definido, o TUF 17 está programado para começar a filmar em 29 de outubro, em Las Vegas, com uma estréia marcada para o início de janeiro com disputas entre jovens atletas da categoria dos médios.” – esta foi a nota emitida pelo jornal americano.

Fonte: http://newsmma.wordpress.com/


TUF 17: Jon Jones vs Chael Sonnen no próximo ano. UFC confirma atletas como treinadores

O UFC divulgou na tarde desta terça-feira que Jon Jones terá um novo desafiante ao título dos pesos-meio-pesados. O campeão enfrentará o falastrão americano Chael Sonnen, que se envolveu em polêmicas com os brasileiros nos últimos anos.  O duelo está programado para acontecer no próximo ano, na 17ª edição do reality show “The Ultimate Fighter” no canal FX.

Ainda sem local a ser definido, “Bones” e Sonnen medirão forças no dia 27 de abril de 2013 disputando do título dos meio-pesados.

“O “The Ultimate Fighter”, com Jones e Sonnen está definido para começar a filmar em 29 de outubro, em Las Vegas, com uma estréia marcada para o início de janeiro com disputas entre jovens atletas da categoria dos médios.” – esta foi a nota emitida pelo jornal americano.

Chael Sonnen que vem de derrota para Anderson Silva no UFC 148, já teve um duelo recusado por Jon Jones, que resultou no cancelamento do UFC 151, com isso, Jon Jones defendeu o cinturão contra o brasileiro Vitor Belfort no UFC 152. Após a recusa, foi Jon Jones quem aceitou o desafio, segundo Dana White.

”Essa deve ser uma boa (temporada). Jon aceitou. Ele sabe que os fãs querem ver esta luta. ” disse White ao jornal.

Fonte: http://newsmma.wordpress.com/


Wanderlei Silva quer subir de categoria e retornar ao UFC contra Vitor Belfort ou Chael Sonnen

Longe do octógono desde junho, quando foi derrotado por Rich Franklin no UFC 147, evento que foi realizado em Belo Horizonte (MG), Wanderlei Silva está focado em voltar à ativa o quanto antes. O atleta da Integralmédica Suplementos Nutricionais já retornou a sua rotina de treinamentos para as futuras competições e está focado em dois adversários bastante conhecidos do público brasileiro.

“Estou me mantendo sadio, ainda não estou em ritmo de competição mas espero voltar a lutar logo. Queria que meu retorno fosse contra o [Vitor] Belfort ou [Chael] Sonnen, que são os dois caras que gostaria muito de enfrentar”, garantiu o veterano por meio de sua assessoria.

Wanderlei Silva também não descartou a hipótese de voltar a lutar entre os meio-pesados (93kg), categoria na qual reinou por sete anos no Pride. “No momento estou com 95 kg, estou bem mais forte e tenho me dedicado bastante à musculação. Estou pronto para lutar em qualquer categoria, seja no peso meio-pesado ou no médio. O Dana é quem decide”, afirmou.

O ‘Cachorro Louco’ comentou a segunda edição do The Ultimate Fighter Brasil, que tem previsão para começar em março de 2013, e também falou sobre a sua participação como um dos técnicos na primeira temporada do reality show no país.

“Foi muito legal, mas ao mesmo tempo, foi bem difícil e demorado. O público que assistiu ao reality não sabe o trabalho que deu para deixar o programa redondo. Apesar de todas as dificuldades, o programa auxiliou muito a impulsionar a modalidade no Brasil e para divulgar o esporte aos patrocinadores. Espero que a segunda edição tenha uma grande audiência novamente”.

O lutador lamentou o fato de não poder comparecer ao UFC Rio 3, que será realizado no dia 13 de outubro, mas fez questão de enaltecer a qualidade dos lutadores escalados para o espetáculo.

“Gostaria muito de estar presente neste evento mas não será possível. Estarei em Goiânia no fim do mês e a minha agenda não me permite estar no Rio de Janeiro nessa data. Tenho certeza de que as lutas serão imperdíveis, grandes feras estão escaladas para no card, e de quebra ainda tem o Minotauro e o Anderson, que são certeza de um grande show”, concluiu.

Pergunta aos leitores do blog: Qual seria o melhor adversário para o retorno de Wanderlei: Belfort ou Sonnen?

Fonte: http://terramagazine.terra.com.br/mmamanoamano/blog/2012/10/10/wanderlei-quer-retornar-ao-ufc-contra-belfort-ou-sonnen/


Jon Jones chama Chael Sonnen de racista, idiota e ataca Dana White

O campeão meio-pesado do UFC, Jon Jones, continua sendo crucificado pelos fãs e críticos por ter se recusado a enfrentrar Chael Sonnen no último dia 1 de setembro, o que levou ao concelamento do UFC 151. Em entrevista ao programa MMA Hour, ele disse que o UFC o tratou como um "pedaço de carne" e culpou o cartolas pelo cancelamento do evento. Palavras de Jones:

- Lutei quatro vezes em 10 meses, fiz todo o circuito de mídia que o UFC pediu, coloquei toda a minha integridade física em jogo no passado, mas agora tenho muito a perder. Eu sou o campeão que mais luta no UFC. Eu estava pronto para lutar, mas o Dan Henderson se machucou. Eles fizeram um card que dependia só da minha luta, como fazem no boxe. Então cancelaram. Não fiquem bravos comigo, não fui eu que montei um card que não era bom suficiente para vender pay per view... Só tomei a melhor decisão para minha carreira. É muito mais fácil me atacar do que criticar o Dana White. Eu achava que eu significava mais para ele. Mas fui tratado como um pedaço de carne.

-Eu não iria deixar Chael Sonnen pular a fila usando sua boca. Como eu vou me contradizer se eu mesmo disse que achava Chael Sonnen um racista pela forma que tratou os brasileiros. Tenho zero respeito por ele. Estou honrado de lutar com Vitor Belfort. Ele é cristão como eu, um homem de honra. Lutar com Chael Sonnen? Ele é um idiota.

Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/mma/posts/2012/09/04/jones-chama-sonnen-de-idiota-ataca-ufc-463678.asp